Britânico tetraplégico com graves danos cerebrais depois de uma enfermeira ter desligado o ventilador

Um britânico tetraplégico sofreu graves danos cerebrais depois de uma enfermeira ter desligado por acidente o ventilador que o mantinha vivo.

O tetraplégico Jamie Merrett, de 37 anos, está preso a uma cama desde um acidente de carro, em 2002, que o deixou paralisado do pescoço para baixo.

Uma vez que estava em casa a ser assistido ao domicílio, Merret tinha à cabeceira uma câmara de filmar que transmitia as imagens gravadas para os seus familiares, preocupados com o tratamento de que seria alvo por parte da enfermeira encarregue de o assistir.

Poucos dias depois de ter sido instalada, a câmara captou a enfermeira Violetta Aylward a mexer no ventilador, momentos antes de soar um alarme a indicar que o aparelho tinha sido desligado. Só 21 minutos depois os médicos conseguiram restabelecer o funcionamento do equipamento que mantinha Merrett vivo, mas a demora já tinha resultado em sérios danos cerebrais.

Antes do engano Jamie Merritt falava, utilizava uma cadeira de rodas e um computador com recurso a comandos vocais, tendo ficado agora, segundo os médicos, com capacidade mental equivalente à de uma criança.
Fonte: IP Jornal

Comentários