Crinabel Teatro Estreia "Um Monólogo"


Crinabel Teatro – 25 Anos – Projecto Financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian ­ Programa de Desenvolvimento Humano

Excelentíssimos senhores,

O Grupo Crinabel Teatro é um colectivo com 24 anos de existência, criado no seio
da Crinabel, Cooperativa de Ensino Especial, e que tem vindo ao longo do seu
percurso a desenvolver um trabalho artístico com jovens portadores de
deficiência mental, procurando potenciar as suas capacidades artísticas, pessoais
e sociais.

Este projecto tão singular e pioneiro no nosso país, tem vindo cada vez
mais a assumir‐se como um objecto de profunda validade cultural em Portugal e no estrangeiro, tendo desenvolvido inúmeros projectos Europeus com Itália, Espanha, Inglaterra, e realizado espectáculos um pouco por todo o mundo. Para além do trabalho de criação realizado dentro deste colectivo, é com satisfação que os actores deste projecto têm tido cada vez mais a possibilidade de se juntarem a outros projectos artísticos, tanto no Cinema, no Teatro ou na Televisão.

Passados quase 25 anos desde a sua fundação, este projecto existe hoje em dia, como um espaço de criação e reflexão artística, bem como um modelo de
inclusão social e de valorização das capacidades profissionais e sociais da pessoa portadora de deficiência.

Vimos então por este meio divulgar a estreia da nossa 25ª Criação:

“Um Monólogo” de Gregory Motton
Versão Cénica e Encenação de Marco Paiva
Com António Coutinho

De 4 a 7 de Novembro de 2010 no Teatro da Comuna em Lisboa
Ensaio de Imprensa no dia 2 de Novembro pelas 15h00
Teatro da comuna em Lisboa (Praça de Espanha)
Para marcações e mais informações: 96 4693527
www.crinabelteatro.blogspot.com

Sinopse

Nas ultimas horas de uma vida, quando o nosso final está anunciado e marcado, sobre que reflectimos? Quem convocamos para pedir respostas e atribuir culpas? De certo modo perante a fatalidade incontornável do fim, talvez seja possível abraçar o silêncio e a calma da eternidade e deixar para trás o que falhou. Ou talvez a solução, o anseio seja o fim, talvez tenha sido sempre o fim, já que tudo o que é vivo, à muito que adormeceu a nosso lado.

Pedimos a todos a colaboração na divulgação desta iniciativa, contando claro, com a presença de todos.

Atenciosamente,

Até Breve

Crinabel Teatro

Telemóvel - 96 4693527

Comentários