Rato controla um veículo apenas com a mente

Pesquisadores japoneses da Universidade de Tóquio criaram um veículo movido apenas com a mente de um rato de laboratório. Os cientistas esperam que as pesquisas levem a avanços na mobilidade de pessoas com deficiências motoras.

O experimento dos japoneses foi feito com 8 ratos e pretendia descobrir se eles conseguiriam mover um veículo com os impulsos elétricos que seu cérebro envia para suas patas. Segundo Osamu Fukayama, do Laboratório de Engenharia Médica e Ciência da Vida, a intenção do projeto é desenvolver um sistema para que pessoas em cadeiras de rodas possam controlá-las apenas com seu pensamento, conta o site IEEE Spectrum .

O carro modificado se move por meio de um técnica não invasiva – os animais não sofrem, teoricamente – para receber os impulsos elétricos enviados pelo cérebro dos ratos, ao tentar movimentar seus membros.

Sensores captam todos os movimentos do carro e enviam para um computador que, de posse também das leituras dos sinais do cérebro dos roedores, detecta os movimentos e os impulsos, tentando interpretar e identificar possiveis relações

Uma espécie de modo semi-automático, chamado de modo neuro-robótico pelos pesquisadores, é utilizado para fazer com que os animais movimentem a máquina. Porém, Fukayama afirmou que foi difícil perceber alguma correlação entre os sinais e a direção tomada pelos veículos.

Mesmo assim, os cientistas esperam conseguir provar que os ratos podem movimentar os veículos apenas com seus pensamentos e, principalmente, medir a força com que eles fazem isso, já que quanto menor ela for, significa que o link entre cérebro e máquina está mais apurado.

O site Dvice destaca a importância científica e tecnológica da pesquisa mas espera que, pelo menos enquanto os carros forem movidos apenas por ratos, eles fiquem no Japão.
Fonte: Diferentes Somos Todos Nós

Comentários