Triste noticia


Ando triste. Primeiro foi internado o nosso querido Manuel Jacinto, com uma escara a necessitar de cuidados especiais. Felizmente foi estabilizada. Está praticamente em condições de ser fechada por cirurgia plástica.
Lá está ele no seu Algarve, outra vez, dias e meses sem sair de uma cama. Tenho falado com ele e felizmente aquele homem está sempre bem disposto. É maravilhoso verificar isso. Embora não nos tire a preocupação, ajuda a enfrentar a situação.

Agora o internamento também do Nelson Mendes.(aqui Blogue dele) Há dias que estava com febre. Fizeram-lhe recolha de matéria vinda das feridas, para análises. Veio o resultado, foi medicado, mas infecção persistia.
Como estava cada vez pior foi necessário o internamento. Continua em exames e análises.

Este ser maravilhoso tem sofrido horrores. Esteve 8 anos acamado sem se levantar um dia. Ficou com o corpo de tal forma deformado (pernas ainda tem), que para se poder sentar foi sujeito a alteração por cirurgia dos seus ossos e até extracção de alguns. Consegue sentar-se na cadeira de rodas eléctrica, mas na cama somente pode estar deitado de costas. Passa dias e semanas naquela posição. Além de somente dormir com apoio para respiração. Dorme ligado ao oxigénio a noite inteira.

Anos atrás começam a rebentar-lhe buracos na região onde lhe fizeram alteração aos ossos. Rebentam e começam a verter pus, são tratados e até fechados. Abrem mais. Fecha um, abrem dois…isto há anos.

Ele tem apoio domiciliário, enfermeiras e médicos dão-lhe assistência em casa. Tem sido acompanhado por especialistas, recentemente fez uma Ressonância Magnética, mas infecção tem sido mais forte que tudo.

Não queria que ele sofresse mais. Ele ama a vida. Merece vivê-la da melhor maneira.

Comentários

  1. Obrigado Horácio!
    É muito triste ver amigos a sofrer.
    Fique bem

    ResponderEliminar
  2. O pior de tudo quando temos um amigo doente é a sensação de nos sentirmos impotentes para fazer com que ele deixe de o estar. NÃO, dizes tu Eduardo... em silêncio, em voz alta, em quase desespero permanente, não ele, não o meu amigo... ele merece uma vida melhor...
    Há-de haver, sem dúvida, algo com que os amigos possam, de alguma forma, contribuir para que a sua dor física não o torture... Infelizmente não possuímos poderes divinos mas quando amamos os nossos amigos as nossas preces são constantes, quer sejamos crentes ou não, será que poderá algum deus, um bem enorme... se existir, fazer o que não conseguimos? libertar o amigo desta doença... dessa dor...
    Depois temos silêncio... é verdade, porque não há respostas para perguntas que não se podem fazer... acontecem é aqui e além... "milagres"... que tanto queríamos que acontecesse ao nosso amigo também...
    És um grande companheiro dos teus amigos Eduardo e eles sabem disso!

    Abraço.
    Sininho

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pelas lindas palavras e solidariedade.
    Realmente a impotência é muito difícil de ultrapassar.

    Fica bem

    ResponderEliminar
  4. È triste mesmo a impotência q nós, humanos, temos diante da dor de quem amamos. Grande amigo vc é. Força!
    Abraços

    ResponderEliminar
  5. Obrigado Andrea!
    Quando vamos para a cadeira de rodas, pensamos que é "só" esse o problema, mas longe disso.
    Há imensos problemas à nossa espera. Escaras é um bem dramático.
    Fica bem

    ResponderEliminar

Enviar um comentário