Geraldo Rocha, tetraplégico, precisa fazer uma cirurgia para continuar vivendo!

Após acidente Geraldo Rocha ficou tetraplégico. Depois de diversas passagens por hospitais hoje ele precisa fazer uma cirurgia para continuar vivendo.

Há 20 anos atrás, jovem, Geraldo Rocha se reuniu com mais 6 amigos em Sapucaia. O reencontro dos 7 amigos, hoje chamado de resenha, teve um fim trágico. Os jovem ingeriam bebida alcoólica e com o passar das horas, não se sabe ao certo os motivos, os colegas empurraram Geraldo que caiu de um altura aproximada de 9 metros. Assista o vídeo.

Nenhum dos companheiros prestaram socorro a Geraldo. Duas pessoas que passavam pelo local o viram e percebendo que ele havia bebido levaram-no segurando pelos braços e pernas.

A partir deste dia Geraldo passou por diversos momentos de provação. Em Caratinga e Ipatinga o diagnóstico dos médicos na época foram os mesmos: morte instantânea! Para dar algumas horas a mais de vida a Geraldo um médico em Ipatinga realizou um procedimento onde seu crânio foi perfurado. Geraldo ficou trinta dias no Hospital Márcio Cunha. Lutando contra a morte familiares de Geraldo levaram-no para Belo Horizonte.

Geraldo se deparou com a morte por diversas vezes, mas lutar pela sobrevivência o fez mais forte. Hoje ele aprendeu a conviver com todas as suas dificuldades e para quem acredita que ele é uma pessoa inconformada com suas condições, está enganado! O assistido do Asilo Pastor Geraldo Sales fez de seu arrependimento em desobedecer à sua mãe uma lição de vida. Aos 42 anos de idade Geraldo dá seu testemunho onde é chamado e a intenção é orientar jovens a valorizar a vida, ouvir os pais, pessoas mais experientes e ter a consciência de que a prudência é necessária.

Geraldo Rocha gravou um DVD onde destaca os detalhes de sua vida, vendendo-os pelo valor de R$10,00 cada. Hoje, mais uma vez, ele conta com a solidariedade e o apoio das pessoas para continuar fazendo o que ele mais gosta: viver!

Devido a sucessão de problemas de saúde, Geraldo sempre tomou medicamentos para infecções urinárias. No decorrer destes 20 anos, as bactérias se tornaram resistentes aos remédios e agora, a única solução, é realizar a cirurgia de Litotripsia, no valor de R$ 4000,00, para não morrer.

Os médicos foram claros, Geraldo não resistiria a uma cirurgia de cortes, nem hemodiálise. Por isso precisa fazer a cirurgia a 'laser'. E quem puder colaborar, pode depositar qualquer quantia no Banco Bradesco - Agência: 0467-7, Conta Corrente: 0505584-9 - ou entrar em contato através do telefone: (33) 3321-5023, do Asilo Pastor Geraldo Sales e saber como ajudar Geraldo Sales. Deficiente-Ciente

Comentários

  1. Esse caso é muito comovente, Eduardo! Que bom que você divulgou! Espero do fundo do meu coração, que ele consiga a quantia necessária para fazer logo essa cirurgia a laser.

    Abraços, meu amigo!

    ResponderEliminar
  2. Mas um ano á espera...lastimo por ele!
    Tomara que a sociedade se una e tome consciência que se não apoiarem, os riscos de saúde dele agravam-se sem retorno.
    Fique bem

    ResponderEliminar

Enviar um comentário