Vouzela pretende eliminar barreiras arquitectónicas no concelho

O Município de Vouzela viu recentemente aprovada a sua candidatura ao programa Rampa, no âmbito do QREN, Tipologia de Intervenção 6.5 – Acções de Investigação, Sensibilização e promoção de Boas Práticas no âmbito da Deficiência.

Com este projecto, a autarquia pretende proceder à elaboração de um diagnóstico das barreiras urbanísticas e arquitectónicas existentes no concelho, bem como de um plano estratégico de soluções integradas de acessibilidade para todos.

O futuro Plano Municipal de Promoção de Acessibilidades prevê desenvolver um conjunto de acções ao nível do levantamento e diagnóstico da via púbica; dos edifícios e equipamentos públicos, quer da tutela da autarquia, edifícios das juntas de freguesia e Instituições Particulares de Solidariedade Social; dos transportes públicos e das acessibilidades de informação e comunicação.

A candidatura, cujo montante de investimento ronda os 102 mil euros, foi aprovada em 100% e deverá ser executada entre 2011 e 2012.

O Presidente da Câmara de Vouzela, Telmo Antunes, considera que as barreiras arquitectónicas são um dos principais problemas de urbanismo a resolver.

O objectivo desta candidatura, segundo o autarca, é promover a igualdade social, pois como defende Telmo Antunes “eliminar as barreiras arquitectónicas significa iniciar um processo de integração das pessoas com mobilidade condicionada, não só ao nível do acesso a direitos de participação cívica, como também à qualificação, à educação, ao mercado de trabalho e ao acesso a bens e serviços sociais relevantes para estes cidadãos”, conclui. Viseumais.com

Comentários