17,8 milhões de euros para tornar cidades mais acessíveis


O Programa Operacional Potencial Humano do QREN (Quadro Estratégico de Referência Nacional) aprovou 107 projectos, no valor de 17,8 milhões de euros, para financiar a elaboração de planos locais que promovam a acessibilidade do espaço público.

A região Centro do país é a que tem mais candidaturas aprovadas, com 56, que representam um montante de 9,2 milhões de euros. Segue-se a região Norte com 28 candidaturas e 4,6 milhões de euros. No Alentejo e em Lisboa foram aprovadas respectivamente 10 e 7 candidaturas, no valor de 1,5 milhões e 1,6 milhões de euros. O Algarve tem 5 candidaturas aprovadas no valor de 900 mil euros.

As candidaturas foram submetidas ao programa RAMPA - Regime de Apoio aos Municípios para a Acessibilidade, entre 12 de Julho e 14 de Setembro deste ano.

O objectivo do RAMPA é financiar a segunda geração de planos locais ou regionais de adaptação do espaço público às pessoas com dificuldades de mobilidade. Através deste programa, os municípios recebem verbas para a realização de diagnósticos locais ou regionais sobre acessibilidades em meio urbano, acções de sensibilização e de formação.

Na primeira geração de planos de promoção da acessibilidade, o QREN tinha já financiado 58 projectos, que representam um investimento de 9,3 milhões de euros. Até ao momento foram aprovados 165 projectos envolvendo um total de 21,1 milhões de euros. Público

Comentários