Ainda quero mais...direitos são direitos...

Lembram-se desta situação e esta?

Parece que desta vez algo estão a fazer. Já tive vários contactos com a Entidade Reguladora da Saúde (ERS) sobre o meu pedido de explicações por não facultarem transporte às urgências hospitalares grátis, a dependentes.

Semana passada recebo a maioria das respostas que exigi. Não todas, e ainda quero mais. Tem que ser uma regra o transporte grátis adequado a dependentes ao acesso à saúde, e não uma excepção.

Vejam todo o processo e explicações que recebi da ERS, e realço as últimas 3 páginas. São um resumo de como devemos agir em casos idênticos ao que me aconteceu. Clique, aqui.

Incrível como todos fogem aos encargos financeiros! INEM que deveria accionar transporte, não o faz porque compromete-se a paga-lo, bombeiros não se fazem acompanhar por um simples verbete, porque médicos nas urgências têm ordens superiores para não os avalizarem, e nesse caso ficam eles com despesa... então fazer o quê? Bombeiros cobram ao utente e todos eles ficam felizes.

Eu não aceito e nunca aceitarei que continuem a "gozar" com o de sempre. O mais fraco.

Comentários