Deficientes: 80% reside nos países mais pobres, diz OMS

Cerca de 80% das pessoas incapacitadas de todo o mundo estão concentradas nos países com os rendimentos mais baixos, precisamente onde têm mais dificuldades para ultrapassar as barreiras inerentes à sua condição.

A conclusão é de um estudo promovido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), por ocasião do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que assegura, entre outros dados, que 65 milhões de pessoas em todo o mundo precisam de uma cadeira de rodas. No entanto, nos países pobres, apenas 5 e 15% dos deficientes conseguem ter acesso a este bem.

A deficiência é também a razão porque muitas crianças nas regiões mais desfavorecidas não podem ir à escola, em especial, nos países do Sudoeste asiático como o Camboja ou a Indonésia.

De acordo com o estudo da OMS, 650 milhões de pessoas em todo o mundo, ou seja, 10% da população, sofrem de uma qualquer incapacidade, o que, ainda assim, não evita que a maioria dos 114 países estudados assumam ter políticas sobre acesso para incapacitados, mas que não as aplicam; que 54% dos reconheçam não ter soluções que facilitem o acesso às pessoas incapacitadas; e que 43% afirme não implementar qualquer medida no que a prédios fechados diz respeito. Diário Digital

Comentários