domingo, 5 de Dezembro de 2010

Escara/Úlceras de Pressão...Um Pesadelo!

Desculpem os mais sensíveis publicar estas fotos. Se for impressionável, não clique nelas porque aumentam de tamanho. Mas é chocando que muitas vezes a mensagem passa. Aqui estão fotos reais, de quem teve escaras no inicio do ano. Felizmente neste momento está bem e tive o prazer de receber sua visita.

Já aqui foquei várias vezes o medo que tenho de sofrer com "escaras/úlceras de pressão". Nestes 19 anos de cadeira, tive uma quando do primeiro internamento e outra 10 anos depois. Ambas tiveram que ser tratadas e resolvidas por cirurgia plástica. Neste momento logo que algo diferente surge na pele, cama, massagens e hidratante até restabelecimento.

Prevenção, para mim ainda continua a ser o melhor remédio. Custa ficar de cama? Custa e muito, mas sei que assim resolvo o problema no máximo dentro de 15 dias, e doutra maneira não sei avaliar as consequências.

64 comentários:

  1. Olá Eduardo! Uma amiga minha teve e agora comprou uma almofada de silicone (de gel de silicone, acho eu). No caso da minha mãe (doente com Alzheimer em fase avançada, já sem andar), tenho uma pele de carneiro para colocar na cadeira dela. O pêlo é alto e muito fofinho, moldando-se ao corpo.
    Bjs, bom domingo!
    Madalena

    ResponderEliminar
  2. Oiii Eduardo!!!

    As escaras assombram constantemente a vida dos cadeirantes, eu agora, como cadeirante tenho medo, mais se um dia acontecer fazer o que? Temos que enfrentar e nos curar, mais como você disse a prevenção é melhor remédio!!!

    Abraço!! :D

    ResponderEliminar
  3. Madalena, as almofadas de silicone não aconselho a tetraplégicos. Hà muitas alternativas excelentes. Eu gosto especialmente das da marca ROHO e VICAIR.
    Pele de carneiro também não será o adequado para sua Mãe. Se ela já não se movimenta seria melhor almofada antiescaras e na cama colchão também antiescaras.
    Se precisar de detalhes e minha opinião mais fundamentada, mande-me e-mail. Terei muito gosto em colaborar.
    Fique bem e melhoras para sua Mãe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola, gostaria de saber mais ! poderia me passar mais informaçoes ? meu e-mail è marilsalaet@hotmail.com

      Eliminar
    2. sim figueiredo mjr

      Eliminar
  4. Tuigue, se nos cuidarmos não ficando mais que 3 horas deitados para mesmo lado, fazer push-up (elevar corpo na cadeira) de 15 em 15 minutos e quem não o consegue, pedir aos outros para lhe darem um abraço por trás do encosto da cadeira e as elevar uns 3 minutos de hora a hora, e usarmos uma boa almofada e colchão antiescaras, estamos a dificultar e muito o aparecimento de escaras.

    Fica bem e cuida-te

    ResponderEliminar
  5. Obrigada, Eduardo. A minha mãe tem colchão anti-escaras. Como ela nunca está longos períodos sentada, uso a pele de carneiro. Graças a Deus, nos 4 anos sem andar, nunca formou uma escara, mas, de facto, é preciso estar vigilante e aplicar sempre cremes gordos.

    ResponderEliminar
  6. Nossa, já as tive e me arrepia, só de ver!
    Tomo também, os cuidados com push-up e uso uma ROHO que aqui no Brasil, vende-se a peso de ouro!
    Faço coro ao Eduardo, para que não usem pele de carneiro, é macia mas aquece demais e uma das causas dessas lesões, é o calor e a falta de ventilação!

    Flávinho Caldeira

    ResponderEliminar
  7. Ola Eduardo.
    Desculpa a questão, mas essas imagens mostram uma escara, mas não estou a conseguir localizar a região do corpo em que ela se encontra...
    Desculpa esta minha dúvida.
    Se poderes responde tá?
    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Que fotos impressionantes. Eu passei por esse sofrimento no ínicio do ano. Foi horrivél, e n só p nós, mas p quem cuida de nós tbém. E precisei ser operada. Tbem n usava uma boa almofada. Depois desse sofrimento, fizeram uma campanha e consegui ter uma almofada Roho. Excelente. Meu bumbum ta sempre sem marcas. abraçosssss Carol

    ResponderEliminar
  9. Ainda bem Madalena, mas se precisar não hesite. Inclusive o TETRAPLÉGICOS tem almofada para empréstimo.
    Fique bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostaria de maiores informações sobre este empréstimo é possível?

      Eliminar
  10. Flávinho, eu só comecei a conseguir fazer push-up's muito após estar na cadeira. Faço-os trancando os braços contra os braços da cadeira. Os bicips e afins não servem para nada. Por isso tenho dores horriveis no braço direito. É esforço demais.
    Não sabia que conseguias! Parabéns!
    Aqui ROHO também é carissima. Menos o modelo Mosaico, mas essa também não aconselho.

    Flávinho, ai o pessoal no Brasil têm falado muito bem das almofadas da TEMPUR e que são muito mais baratas. Eu da TEMPUR uso colchão e adoro.
    Fica bem

    ResponderEliminar
  11. Patricia, prazer em conhecer-te! Já estou a seguir teu blogue. Vai aparecendo.
    Claro que posso responder. É no dito "ísquio", aquele osso mais saliente por baixo, na nádega. Até se vê um pouco do escroto, no meio das pernas. Desculpa falar abertamente, mas fugir das palavras para quê?
    Fica bem

    ResponderEliminar
  12. Eu sei Carol...devem ter sido momentos péssimos os que passaste.
    E aconteceu-te usando almofada de gel....
    Importante nisto tudo, também é fundamental não abusar das horas na cadeira. Temos que ir conhecendo nossos limites. Todos dias ver bem o rabiosque e se estiver vermelho, ir diminuindo as horas de sentados.

    O ideal seria estarmos 5 horas na cadeira, descansar uma ou duas, e cadeira outras tantas horas.

    Meu limite de cadeira neste momento é 8h30.
    Fiquem bem

    ResponderEliminar
  13. Olá Eduardo,
    È verdade... dá que pensar estas escaras, mas aconselho a quem tiver ou a quem não quiser ter que se aconselhe com o nosso amigo Eduardo, pq ele sabe melhor que ninguém como curar, ou melhor ainda... como não as ter... que é o mais importante.

    Miguel Loureipo

    ResponderEliminar
  14. Escaras são um atraso de vida e drama para nós, Miguel!
    O Christopher Reeve, morreu por consequência de uma escara.
    Eu prefiro prevenir, mas conheço muito boa gente que parece que nem pensa que elas existem. Depois...
    Fica bem

    ResponderEliminar
  15. oi amigo,me chamo sumika, sou do brasil(rj) e meu irmão de 15 anos ficou tetra fez 1 ano, já teve uma escara terrível que só se fechou depois de uma cirurgia, ele usa almofada de gel, devido as nossas condições e só o deixo 2 hs no máximno sentado. Esse é meu maior temor.

    ResponderEliminar
  16. Eduardo Jorge,

    Quando eu fiz reabilitação na ABBR (Rio de Janeiro/Brasil), cerca de 21 anos atrás, me indicaram que, quando estivesse deitado na cama, fizesse uso de almofadas de alpiste (comida para passarinhos): uma almofada grande (para os glúteos) e 4 pequenas (para os cotovelos e calcanhares).

    Desde então assim procedo e nunca tive problemas mais sérios com escaras. A única escara que tive apareceu quando estive internado em um hospital com uma pneumonite, esqueci as almofadas em casa e o corpo de enfermagem também se esqueceu de tomar cuidados com a possibilidade de escaras. Graças a Deus, a escara foi pequena e logo sarou.

    Levantar periodicamente da cadeira de rodas e usar creme hidratante nas áreas mais suscetíveis de escara (ísquio, tornozelos, calcanhares etc.) também são medidas fundamentais.

    ResponderEliminar
  17. Sumika, não sei se seu irmão consegue aliviar um pouquinho o corpo, mesmo que não consiga na totalidade, convém fazer o que conseguir. Qualquer pequeno movimento ajuda. Se não consegue, pega-o por trás do encosto da cadeira e levanta-o até rabiosque sair da almofada.
    Não é só na cadeira que aparecem escaras. Se ele fica tanto tempo na cama, convém ter um bom colchão antiescaras e muda-lo de posição no minimo de 3 em 3 horas.
    Fica bem e boa sorte para os dois

    ResponderEliminar
  18. Eduardo, sobre as qualidades da almofada de alpiste não te sei dizer nada. Desconheço-a, embora outros brasileiros já me tenham falado muito bem dela. Em Portugal nunca vi e arrisco mesmo dizer que não existe.
    Mas se sempre funcionou bem contigo, não há razão para mudares. E bem sabes que cada caso é um caso, só estamos a trocar ideias, nem sempre o que é bom para um, o é também para o outro.
    Importante é cada um ir se conhecendo e testando, para assim melhor saber se cuidar.

    Quanto às almofadas de posicionamento e decúbitos, cada um tem que ver como se sente melhor. Eu quando deitado, por exemplo neste momento só uso entre os joelhos (TEMPUR). Faço a noite toda de decúbito ventral (barriga para baixo) e aconselho a todos que o consigam fazer. Também nunca faço dorsal (costas) na cama. Isto porque já massacro o rabiosque na cadeira o suficiente.
    Só faço decúbito lateral direito e esquerdo.
    Fica bem e obrigado pelas dicas.

    ResponderEliminar
  19. Eduardo, sempre postagens de relevância por aqui.
    As imagens são fortes mas não podem passarem despercebidas.
    Um abraço e continue sempre sua LUTA...

    ResponderEliminar
  20. Malu, e só estou a mostrar o pós-operatório. Já está tudo limpinho e corrigido. Antes da operação impressionam ainda mais.
    Obrigado pela presença.

    ResponderEliminar
  21. Eduardo,

    As imagens, embora após cirurgia, são impressionantes é verdade mas são também um excelente alerta para todos, individuos alvo desta terrível ferida como para os seus cuidadores, alertando-os para cuidados de hidratação, fricção... pressão... demonstrando a realidade cruel e possível...
    Excelente interacção e partilha com todos os leitores!
    Desejo ao teu amigo continuação de uma boa recuperação!

    Abraço,
    Sininho

    ResponderEliminar
  22. Sininho, a partilhe e troca de dúvidas/experiências só nos enriquece. Seria maravilhoso que em outras mensagens houvesse o mesmo debate. Também gostei muito desta interacção.
    Meu amigo já está a trabalhar. Cirurgia foi em Janeiro. Obrigado e fica bem.

    ResponderEliminar
  23. Apenas para esclarecer: as almofadas de alpiste não são compradas em nenhuma loja. Vc mesmo tem de providenciá-las, por sua própria conta. Basta comprar o alpiste e encher as almofadas.

    ResponderEliminar
  24. Ok. Aqui fica então a rectificação e informação para quem quiser experimentar.
    Desconhecia.
    Obrigado Eduardo!

    ResponderEliminar
  25. Boa Noite Eduardo, e Boa Noite a todos!
    Falo do Rio de Janeiro! Não sei se o blog já é antigo pois a última mensagem foi em Dez/10! Mas não custa o desabafo!
    Meu tio querido é paraplégico, chegou a usar muletas, mas depois da cirurgia do coração, ele usa apenas cadeira de rodas!
    Atualmente e infelizmente, nesta semana ele foi internado (pela 3 vez em 1 ano) pois temos medo da osteomielite. Na verdade o que acontece é que as suas escaras não curam por nada! Sara uma, abre outra!
    Mas lendo todos esses comentários cheguei a uma triste conclusão: minha família e os médicos que até hoje cuidaram dele são bastante ignorantes, no sentido de desconhecerem tudo que foi descoberto aqui!
    Nossa, QUERIA AGRADECER DEMAIS A CADA UM QUE COLABOROU COM AS INFORMAÇÕES PRESTADAS!!!!
    Amanhã mesmo estarei procurando, os protetores de assento, o colchão ...
    Bem, se alguém puder me ajudar, gostaria de alguma indicação de médico do RJ para tratá-lo disto ou pelo que li, operá-lo, já que na maioria dos comentários a solução foi a cirurgia!
    Ele também está com um problema seríssimo no femur/bacia que sofre MUITO diariamente e precisa também operar, mas antes é preciso curar as escaras!
    OBRIGADA OBRIGADA OBRIGADA
    Bruna!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A DICA QUE DEIXO É VC QDO TIVER UMA ESCARA, PROCURE UM ESTOMATERAPEUTA(ENFERMEIRO OU MÉDICO ESPECIALIZADO EM FERIDAS), MÉDICOS MTAS VEZES Ñ EXPLICAM CORRETAMENTE COMO E QDO OS CURATIVOS EXISTENTES NO MERCADO.

      Eliminar
  26. Bruna, o blog está actualizado e a funcionar. Clique em "página inicial", ou no cimo da página em "TETRAPLÉGICOS" que verá.
    Fico muito feliz que esta informação possa ser útil ao seu tio. Essa é nossa intenção.

    Bruna, a Osteomielite só por si pode criar pus e fistulas. Dai a necessidade de levar seu tio a um bom cirurgião plástico. Só esse especialista verá melhor a maneira de cuidar dessas escaras ou fistulas, se for o caso. A Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação: http://www.sarah.br/ talvez a possa orientar melhor.

    Mas prevenir é o melhor remédio. Usar almofadas e colchão antiescaras, hidratar a pele e nunca estar muito tempo virado do mesmo lado na cama é fundamental. Se já existem escaras, jamais fazer pressão sobre elas.

    Melhoras para o seu tio e caso precise de alguma coisa, não hesite em me contactar.

    ResponderEliminar
  27. Eduardo,
    Muito Obrigada pela informação.
    Procurarei a Rede Sarah.
    Estávamos, antes dele ser internado, fazer um tratamento com câmara hiperbárica. Já tínhamos marcado, mas houve este imprevisto :(
    Você tem alguma informação sobre este tratamento?! Um médico conhecido da familia que nos indicou ...
    Obrigada.
    Bruna

    ResponderEliminar
  28. Bruna, conheço mal. Sei que no caso do seu tio é recomendado. Até porque ajuda na eliminação das bactérias nas infecções causadas pela Osteomielite.
    Fica bem

    ResponderEliminar
  29. Um verdadeiro terror, só quem passa por elas é que dá o verdadeiro valor.
    Eu vou com a segunda, ainda em fase de ganhar pele, e penso que me vou resguardar o mais possível para que não volte acontecer.
    A minha não foi assim tão profunda e enorme, mas deu que fazer.
    Eduardo, sempre a dar bons avisos e conhecimentos sobre o assunto, um forte abraço e sucesso para teu blogue.

    ResponderEliminar
  30. Eu sei amigo! Tens tido bem a tua parte. Espero que desta vez cicatrize como deve ser e que te abandonem de vez.
    Escaras são um atraso de vida a todos os niveis nas nossas vidas.
    Melhoras e fica bem

    ResponderEliminar
  31. olá querido que bom que ja esta se recuperando ,tenho cuidado de um irmão com escaras que estão cicatrizando,curativos 2 vezes no dia é importante,a pomada calêndula é ótima,e virar de 2 em 2 horas é essencial,não sabia da almofada de alpiste achei interessante,bom vamos lá na luta contra este mal.boa sorte!

    ResponderEliminar
  32. Eu estou bem. Felizmente desde 2005 que não sou afetado por este problema. Este caso refere-se a um amigo meu.
    Melhoras para seu irmão e obrigado pelas dicas.

    ResponderEliminar
  33. ola amigo eduardo amim nao me siseblisou o ver esa escara pois eu ja pacei por isso por duas vezes de um lado levei quase 100 pontos de o outro sento e tal e depois ja tive uma escaria de depresao o q ja sofri muito ja me fiserao uma platia num pe em fim nos estamos ca para sofrer um beijo para si amigo fique bem

    ResponderEliminar
  34. 100 pontos? Então foi realmente enorme. Espero que agora esteja bem e não passe mais por nada parecido.
    Boa sorte e força.

    ResponderEliminar
  35. Oi Eduardo, minha irmã vai fazer a cirurgia da escara hoje, gostaria de saber quanto tempo leva para voltar ao normal.A dela não é tão grande quanto a sua mas é bem profunda.

    Um abraço

    Fatima

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta escara aconteceu a um amigo e não a mim, Fátima. Quanto á sua irmã é muito dificil dar palpites. Depende de muita coisa e cada caso é diferente do outro. Mas se tudo correr bem geralmente em dois meses tudo fica resolvido. Desejo.lhe boa sorte e melhoras.
      Eduardo

      Eliminar
  36. Oi, Eduardo! Sou Renata e meu noivo é tetraplégico. Você disse que usa o colchão TEMPUR. Dei uma olhada e achei interessante a tecnologia que eles usam, mas fiquei com uma dúvida: na hora de fazer a transferência para cama as bordas do colchão se mantem mais firmes ou são macias? Digo isso porque no caso do meu noivo é necessário que fique mais firme e sirva de apoio. Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Renata, este tipo de colchão moda-se ao nosso corpo, logo ao ficar na posição de sentado sede um pouquinho sim, mas não conheço nenhum antiescaras onde isso não aconteça. Não sinto que seja impeditivo e que crie problemas de maior, mas nada como experimentarem.
      Fica bem

      Eliminar
  37. Muito complicado, Eduardo; Perdi uma perna (a direita) por motivo de escaras e descuido em 1994, Hoje cuido mais, mas a outra perna está em grande risco, pois adquiri uma outra escara no pé, agora na perna Esquerda. Tenho pavor a farmácias, hospitais e antibióticos. O Remédio mais acessível é açúcar e sol pelas manhãs!
    Estou aderindo ao seu site.
    Jisohde G. Posser - 120710 - Membro nº 239

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que drama amigo Posser! Sinto muito.
      Desejo-lhe rápidas melhoras.
      Fique bem

      Eliminar
  38. Minha mãe fez uma cirurgia pra colocar uma placa no tornozelo a 6 meses e está com uma úlcera de pressão no calcanhar estou tratando com curativos de soro fisiológico e solosite, agora ela esta bem rosada mas ela reclama de muita dor você pode me ajudar
    Grata
    Valeria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valeria, infelizmente só um especialista a poderá ajudar a resolver a questão das dores.
      Melhoras e boa sorte.

      Eliminar
  39. Minha mãe também teve escaras no sacro. No hospital receitaram fazer almofadas de alpiste e realmente ajuda. Estive lendo alguns artigos e gel de papaína está sendo estudado e com ótimos resultados desde a década de 90. Ela usou kolagenase, aconselho antes fazer a higiene da ferida com soro fisiológico e gaze e não deixar ficar úmido com urina ou fezes, fazendo a higiene adequada no local.
    Boa sorte a todos.

    ResponderEliminar
  40. Eduardo vc e uma pessoa de coragem e luta pela sua vida tenho apenas 23 anos e passo essa cituacao com meu marido que e paraplegico a 8anos ele teve esacaras na maior parte do bubum e fez acirurgia a 5 meses esse foi uma cirurgia de 608pontos bem grande e hj tamos felizes pois foi uma cirurgia de susseso...

    ResponderEliminar
  41. Eduardo vc e uma pessoa de coragem e luta pela sua vida tenho 23 anos e passo pela mesma cituacao meu marido e paraplegico a 8 anos e tambem teve escar na maior parte do bubum a 5 meses ele fez acirurgia plastica e foi uma cirurgia bem grande teve 608 pontos e foi de muito susseso ele usou bastate sufa de azina de prata 1% hj estamos muito feliz torco por vc...Um grade abraco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Egislaine, 608 pontos!? Muito mesmo!
      Espero que nunca mais voltem.
      Boa sorte. Também torço por vcs.

      Eliminar
  42. eu sou paraplegico a um ano e meio e a um ano estou sofrendo com escaras sao pequenas mas nao saran nunca nao sei mais oque fazer.gostei dos comemtarios , como estou em fase de readptaçao agradeso pelas dicas.boa sorte a todos ,e que deus nos proteja sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ezio, calma. Tudo passa. Tente não fazer pressão sobre a região afetada.
      Abraço solidário

      Eliminar
  43. Olá conheci o blog por acaso mas desejo a todos força pois não deve ser nada fácil esta rotina bj grande a todos.

    ResponderEliminar
  44. tenho um tio com escaras enormes e profundas, ele ja esta internada ha 4meses para trata las mais sem melhora.Gostaria de saber mais sobre a cirurgia e se você conhece algum local no RJ de forma gratuita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Moro em Portugal.
      Infelizmente não a posso ajudar.
      Melhoras para o seu tio.

      Eliminar
  45. Olá Eduardo!
    Meu marido é cadeirante a 12 anos. Estamos enfrentando uma pequena escara já a algum tempo. Qual a almofada roho que me indicas? Dissestes que a mosaico não é interessante? Obrigada...fique bem...abraço. Denise

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Denise, melhor tratamento é não exercer pressão sobre o local da escara.
      Se for tetraplégico aconselho o modelo médio perfil (8,5cm) ou alto perfil (10cm). Se for parapléxico e ativo o baixo perfil (5cm).
      Melhoras.

      Eliminar
  46. Caso vc tenha uma escara, procure um estomaterapeuta(enfermeiro/médico especializado em feridas), pois mtos médicos ñ sabem como e qdo usar os curativos existentes no mercado. Estes curativos devem ser usados em casos onde a cirurgia ñ se faz necessário. E claro evitar vc deve ter almofadas de qualidade, Roho, Tempur, Jay, etc...

    ResponderEliminar
  47. Ola Eduardo! Parabens pela iniciativa! Como e importante termos conhecimento dos casos de outros que ja passaram pela experiencia... Minha filha de 16 anos e cadeirante e no fim da semana passada voltamos para casa depois de 74 dias no hospital por causa de uma escara. Na verdade uma fechou e abriu outra proxima ao local. Imaginei que a primeira tivesse curado mas acabou formando um tunel e quase virou osteomelite. No caso dela, conseguimos um CURATIVO A VACUO pelo plano de saude(atraves da justica), o que acelerou o processo. Ainda nao esta totalmente curada,mas esta bem melhor... E uma luta e a alimentacao tb e muito importante.... Boa sorte em sua empreitada e pra todos que se beneficiam do seu site... Abracos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário Patricia.
      Melhoras para sua filha.
      Fique bem

      Eliminar
  48. Olá Eduardo, cuido da minha mãe que está acamada devido o mal de parkinson. E gostaria de falar com vc por email. Se puder mande para vagratao@gmail.com. obrigada!

    ResponderEliminar