Lisboa vai ter 50 táxis para pessoas com mobilidade reduzida

A cidade de Lisboa vai passar a contar nos próximos meses com 50 táxis adaptados ao transporte de pessoas com mobilidade reduzida, no âmbito de um concurso público promovido pela autarquia.

As viaturas que pertencerem a esta rede terão especificidades como uma plataforma de embarque, cintos de segurança adaptados, meios para fixar as cadeiras de rodas ou uma porta com um ângulo de abertura superior, mas poderão atender também cidadãos sem dificuldades de mobilidade, refere a agência Lusa.

De acordo com o aviso publicado no website da câmara de Lisboa, a lista de atribuição de licenças foi aprovada no final de Novembro pelo vereador da Mobilidade, Fernando Nunes da Silva, dispondo os classificados de 180 dias para efectuar o licenciamento dos veículos.

Apesar de o concurso público ter sido lançado há mais de um ano, o processo foi atrasado por uma providência cautelar interposta por um profissional do ramo, devido ao aumento do número de táxis da cidade.

Fernando Nunes da Silva explicou esta segunda-feira à agência noticiosa que era necessário aumentar o contingente de veículos, uma vez que não havia interessados em adaptar os seus táxis já em circulação. TVI24

Comentários

  1. Eduardo,
    Espero que os táxis adaptados seja um sucesso em Lisboa. Porque na cidade de São Paulo este projeto foi desastroso! Continua faltando incentivo financeiro por parte da prefeitura e a demanda é muito grande. Também não houve planejamento e previsão para esse projeto.

    Abraços, meu amigo!

    ResponderEliminar
  2. Parabens! é muito bom saber isso.
    Eu ja tive oportunidade de andar num taxi para defecientes e devo dizer que me senti bastante bem.E é muito bom que tambem haja em horarios nocturnos para que tambem nos seja possivel deslocar durante a noite ate um bar,tejo,etc.
    Parabens a todos os que realmente nos olham com igualdade.Festas Felizes e muita Saude para todos.
    jose moreira

    ResponderEliminar
  3. O Flávinho disse-me o mesmo, Vera! Lamento que mais uma vez, uma cidade como SP, não tenha conseguido implementar um serviço aparentemente tão fácil e útil.
    Fica bem

    ResponderEliminar
  4. Vamos esperar para ver, José Moreira! Eu estou com esperanças que tudo dará certo.
    Espero é que no interior também apareçam serviços como este.
    Fique bem

    ResponderEliminar

Enviar um comentário