BioRia - Veículo eléctrico nos percursos da natureza

Veículo eléctrico, cedido pelo Turismo Centro à autarquia de Estarreja, aumenta opções para conhecer percursos do BioRia. Idosos e pessoas com mobilidade reduzida já podem ir ver cegonhas e garças, sem esforço e sem poluir.

O novo microbus, um carro eléctrico com capacidade para oito pessoas e que respeita o equilíbrio ambiental, vai ajudar a suprir as limitações de quem quer percorrer os caminhos do BioRia, um projecto municipal de Estarreja que inclui Centro de Interpretação Ambiental (CIA) e percursos pelo meio da natureza. O veículo fez ontem a viagem inaugural, levando a bordo o presidente da autarquia, Eduardo Matos, e o presidente do Turismo Centro de Portugal (TCP), Pedro Machado.

"Vai ser uma mais-valia. Era necessário para termos o percurso disponível para todos, mesmo os que têm capacidade de locomoção reduzida, como idosos ou portadores de deficiência que não conseguiam fazer o percurso até ao fim", vendo as cegonhas, garças e lontras que habitam no meio de arrozais, juncais e linhas de água, explicou Norberto Monteiro, coordenador do BioRia.

O veículo, disponibilizado pelo TCP, "é silencioso, não polui, nem interfere com o ambiente", realçou Pedro Machado, que, a propósito do Dia da Biodiversidade, quis promover "o turismo de natureza, um dos eixos de afirmação da região Centro". Já o edil realçou a diversidade de opções para passear: a pé, de bicicleta, kayak e agora microbus.

O veículo tem autonomia para 80 kms e atinge 100 Kms por hora, ainda que vá circular a apenas 20 Kms/hora. Estará disponível entre Junho e Setembro, altura em que o CIA em Salreu estará aberto diariamente ao público. Em breve será adaptado um atrelado, elevando a capacidade para 20 ocupantes. JN

Comentários