Holanda: jovem com deficiência mental vive acorrentado à parede há quatro anos


Um jovem de 18 anos, deficiente mental e considerado potencialmente perigoso vive acorrentado às paredes de um quarto numa clínica psiquiátrica desde 2007.
A história de Brandon van Ingen foi tema de um documentário que passou na televisão holandesa e que deixou a população em choque.

"O seu caso é tão sério que ele tem de ser privado da sua liberdade em nome da sua própria segurança e da dos outros", explica a secretária de Estado da Saúde holandês, Veldhuijzen van Zanten-Hyllner.

O documentário provocou uma reacção tão intensa que os principais partidos reuniram-se para debater os cuidados prestados a pessoas com deficiência mental.
Brandon tem que ter vestido, durante todo o dia, um colete fechado à chave e que é preso à parede por uma corrente de 1,5 metros de comprimento.
A idade mental de Brandon situa-se entre os 5 e os 8 anos e o jovem é ainda considerado hiperactivo. i

Comentários