NECI: Uma linda história de solidariedade e amor


Há vinte anos que a NECI tem vindo a plantar amor e carinho, colhendo saúde e servindo solidariedade. É assim desde 1991, atendendo e apoiando crianças, jovens e adultos portadores de necessidades especiais, como deficiências mentais e motoras.

A “cruzada” da criação da NECI (Núcleo de Educação de Crianças Inadaptadas) dava “uma linda história de solidariedade, amor e carinho”, conforme nos conta a presidente da direção, Eduarda Oliveira Santos. “Não foi fácil” – adianta – porque “a nossa pressa e vontade de avançar não estavam em consonância com a burocracia do doloroso e moroso processo de legalização da instituição”.

Mesmo assim, Eduarda Oliveira Santos e José Manuel Campos avançaram com o centro de atividades ocupacionais, na altura com apenas cinco jovens, a partir dos 16 anos, sem qualquer apoio estatal, que só viria a chegar em 1994.

Atualmente, a NECI atende cerca de 80 pessoas, abrangendo os concelhos de Lagos, Aljezur, Vila do Bispo e Portimão. E funciona com várias valências e serviços: para além do centro de atividades ocupacionais, tem ainda a intervenção precoce na infância, o apoio alimentar e o centro de apoio a pessoas com mobilidade condicionada, entre outros.

A instituição oferece ainda tratamentos médicos, fisioterapia, psicologia, dança e desporto adaptados, terapias em meios aquáticos e muitas outras iniciativas para estimular a autoestima dos utentes.

Fonte: Jornal do Algarve

Comentários