Ansião prepara-se para ser uma vila “totalmente acessível”


O Município de Ansião deu na quinta-feira o primeiro passo para ser no futuro uma vila «totalmente acessível», ao arrancar com a apresentação do Plano Local de Promoção da Acessibilidade. A sessão, que decorreu no auditório municipal, esteve a cargo da «Winhouse», empresa que terá a seu cargo a gestão global do projecto.

De acordo com o presidente da autarquia, aquele Plano Local será desenvolvido no âmbito do Regime de Apoio aos Municípios para a Acessibilidade (Rampa), ao qual o Município se candidatou com um investimento previsto de cerca de 300 mil euros.

Rui Rocha destaca que a primeira fase do projecto, que conta com a parceria da Escola Tecnológica e Profissional de Sicó e da empresa Gandara, consiste em fazer o diagnóstico das situações para depois serem apresentadas sugestões de intervenção. «Só depois é que a autarquia irá orçamentar e definir a priorização das necessidades», disse o autarca, acrescentando que as mesmas serão efectuadas de acordo com a disponibilidade financeira do Município.

Na sessão de ontem, o arquitecto responsável pela realização do diagnóstico deu a conhecer que a intervenção irá abranger a malha urbana da vila, contemplando 17 edifícios e equipamentos públicos. É o caso do Centro de Saúde, do quartel dos Bombeiros, as escolas e jardins de infância, a piscina e a biblioteca municipal, o pavilhão gimnodesportivo, entre outros espaços.

Segundo Fernando Lima Pacheco, as propostas irão incidir nos exteriores e interiores dos edifícios, tendo em consideração, também, as respectivas saídas de emergência.

O arquitecto salienta, ainda, que ao nível dos equipamentos e espaços públicos, serão executadas condições a fim de os tornarem «mais apetecíveis para serem utilizados por todos», nomeadamente «por pessoas com mobilidade reduzida».

Para além dos edifícios e espaços públicos, o diagnóstico irá incidir, também, sobre outros meios, como é o caso das infoacessibilidades (sítios do Município na internet), transportes públicos e comunicação gráfica.

Também naquela fase do projecto, serão promovidas acções de formação e sensibilização, abrangendo todos os técnicos municipais e locais, assim como a comunidade em geral.

Na ocasião, a directora comercial da «Winhouse» destacou a importância do projecto para o Município de Ansião. Ao sublinhar o «grande empenhamento» da autarquia para promover aquele Plano Local, Paula Pereira, referiu que se trata de um «projecto inovador», sendo Ansião «uma das poucas autarquias que irá desenvolvê-lo» no sentido de proporcionar «melhores condições de vida aos seus munícipes».

Fonte: Noticias do Centro

Comentários