Lar inaugurado em Santa Catarina, no concelho de Vagos, já tem lotação esgotada

Com capacidade para 24 utentes, o novo Lar Residencial para Deficientes de Santa Catarina, inaugurado há dias pela Secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação, já tem “lista de espera”. O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão de Apoio Social e Desenvolvimento (CASD), que, em declarações ao Diário de Aveiro, disse estar preocupado com “algumas situações”.

Segundo Mário Martins, que admitiu já ter recebido vários “alertas” da Segurança Social, pelo facto da instituição estar a acolher mais utentes do que o permitido por lei, o que configura uma “desconformidade grave”, a valência da Deficiência no município de Vagos é sempre “muito complicada”.
“Quase sempre temos dificuldade em dizer ‘não’ às pessoas, porque muitos dos familiares são idosos”, observa aquele dirigente. No caso do Centro de Actividades Ocupacionais (CAO), há, actualmente, “mais do dobro” de utentes do que os protocolados com a Segurança Social.

Fonte: Diário de Aveiro

Comentários