Rede de cuidados continuados de saúde mental para breve

A ministra da Saúde, Ana Jorge, anunciou que está criado o suporte legislativo para o arranque da rede de cuidados continuados de saúde mental, com a criação de unidades piloto.

«Todo o suporte legislativo que é necessário para que a rede funcione está aprovado. Faltava uma portaria que foi assinada ontem. As primeiras unidades estão em condições, com todo o suporte legislativo, para entrarem em funcionamento», disse a responsável pela pasta da Saúde, adiantando, no entanto, que a portaria ainda não foi publicada em Diário da República.

Segundo Ana Jorge, a portaria assinada na quinta-feira define «a forma dos pagamentos» e permite avançar ainda este ano com as «unidades piloto» que permitem criar a rede de cuidados continuados de saúde mental.

Fonte: Deficiente Fórum

Comentários