E-mail ao Provedor da RTP enviado pela organização da Marcha pela Igualdade


Ex.mo Senhor Provedor,

Somos três cidadãos independentes, dois portadores de deficiência, que organizaram no passado dia 11 de Junho de 2011, pelas 14h00, na Avª da Liberdade, em Lisboa aquela que foi a 1ª Marcha Nacional Pela Igualdade. Este evento teve como fim um alerta e sensibilização dado poder político e sociedade em geral para a problemática da deficiência e para a necessidade de serem respeitados os direitos a nível da igualdade, dignidade e cidadania deste grupo da população portuguesa, quase sempre tratados como cidadão de 2ª.

Este evento organizado, sem qualquer ajuda de associações ou recursos financeiros, foi considerado único e um sucesso ao nível do que deve ser feito ao nível da verdadeira inclusão, da verdadeira igualdade de oportunidades e de acesso à cultura. A Língua Gestual Portuguesa esteve presente em todas as intervenções, inclusive na interpretação das músicas do Grupo 5ª Punkada (grupo proveniente da APPC de Coimbra) que, mostrou a todos os presentes a sua grande qualidade e a sua capacidade em ultrapassar as suas diferenças pela linguagem universal que é a música. TODOS se deliciaram e aplaudiram a qualidade deste grupo!

Face ao exposto, consideramos injusto, inaceitável, o tratamento dado pela RTP a este acontecimento histórico, tendo em conta a nula informação transmitida ao espectador, limitando-se a uma insignificante nota de rodapé! No próprio dia da Marcha os manifestantes se indignavam, comentando e lamentando a ausência da RTP!

A RTP também entrou em contacto com elementos da organização por telemóvel a saber como, quando e porquê, sendo que a tudo fomos solícitos em esclarecer, pensando nós que tal teria frutos numa cobertura e divulgação aos cidadãos! Mas infelizmente tal não aconteceu!

A missão do serviço público de televisão, a que está vinculada a RTP, é contribuir para a igualdade de oportunidades e abrir espaços à participação dos cidadãos com dignidade consentânea com a importância da inclusão dos cidadãos portadores de deficiência na sociedade.

Não fazer isto e permitir, como foi o caso, dar-se relevância à Marcha das Vadias no Brasil, no telejornal na hora pico de audiência, "atira com as iniciativas cívicas para um canto", e não deixa de ser interpretado pelos cidadãos conscientes, como uma evidência da falta de pluralismo na democracia portuguesa e, em concreto, na televisão pública.

Como cidadãos contribuintes, é nosso direito exigir que a RTP reconsidere as suas prioridades informativas e atenda o clamor da sociedade civil portadora de deficiência, nomeadamente as manifestações pela melhoria de qualidade de vida, acessibilidades, acesso ao emprego, formação e ensino, entre outras.

Não aceitamos que a RTP, tenha esta posição ao nível das prioridades das coberturas noticiosas que, até informação em contrário, é "de todos e de cada um" dos portugueses.

Atentamente,

Comentários

  1. Está excelente...eu achei "vergonhoso" para não dizer pior a total INDIFERENÇA!!
    Claro que noutra altura ningu´em diria nada...mas "NÓS" sabemos bem que temos os mesmos direitos e deveres que outro cidadão dito "normal"...por isso "NINGUÉM NOS VAI CALAR"
    Beijo grande e muita Luz
    Isa

    PS: para quando a próxima Marcha??

    ResponderEliminar
  2. Muito bem. Estou completamente de acordo e subscrevo todas as palavras. Vamos aguardar pela resposta. Um abraço :)

    ResponderEliminar
  3. Isa e Ana, obrigado pelos comentários.
    Vamos aguardar.
    Fiquem bem

    ResponderEliminar
  4. Eduardo, mais uma vez Parabéns.
    Esperemos agora que não ignorem o mail como fizeram com o evento.
    A lacuna é ainda maior se tivermosem conta que a RTP possui um programa dedicado aos Portadores de Deficiência, o Consigo, e pelos vistos, ninguém da produção do referido programa se interessou.
    Cada vez mais estou contigo neste grande “abre olhos”.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. João Paulo, antes da Marcha Pela Igualdade eu próprio estive a falar ao telefone com a jornalista do Consigo Dora Alexandre, para tentar entender do porquê de agirem assim, respondeu-me que se tivessemos descontentes que reclamassemos com o INR.

    Questionei-a também do porquê de no final do programa apresentarem sugestões sobre livros, cinema e maioria das vezes eventos que nada têm a ver com a deficiência, em detrimento dos que se referem a nós. Que reclamasse ao INR. Só respondia assim.

    Destacar que este e todos outros e-mails são da autoria da Sandra Freitas. Claro que com concordância de todos nós.

    Fica bem

    ResponderEliminar
  6. Olá Eduardo,
    Como sabes quem cala consente, e como tal temos total legitimidade para pedir explicações.

    Foi vergonhoso o silêncio deles, sabendo nós que eles por tudo e por nada estão lá... isto é mesmo tratamenmto de 2ª ou 3º

    È pena não haver governo, porque se não não seria mais má idéia levar este assunto ao ministro que tutela a RTP.

    Grande abraço, e bom fim de semana.

    Miguel Loureiro

    ResponderEliminar
  7. Boas Noites deixo aqui a minha reclamação também enviada ao Provedor do Telespetador da RTP

    Boas Tardes

    Exmo. Senhor Provedor do Telespectador da RTP

    No passado dia 11 de Junho de 2011 em Lisboa decorreu a Marcha pela Igualdade e a RTP como serviço público que é nada noticiou sobre isso porque razão não merecemos caro Senhor? É por sermos deficientes? É por não assaltar-mos ou matar-mos alguém? Chega de Injustiças meus senhores.

    Sem outro assunto de momento,

    Com os melhores cumprimentos

    Vítor Manuel Lopes Grácio Ferreira

    ResponderEliminar
  8. É lamentável o que sucedeu e acabei de postar este artigo na página do Provedor do telespectador aqui no face. Aguardo uma reação. Um abraço

    ResponderEliminar
  9. É isso Miguel.

    VITOR e ARMINDO, obrigado.
    Fiquem bem

    ResponderEliminar
  10. Olá,

    Tentei estar presente na V/ marcha. No entanto, talvez porque cheguei ao Marquês pelas 15h 15m ... apesar de ter percorrido a avenida até aos Restauradores... enfim, fiquei um pouco frustrada pois, gostaria de ter participado... ficará para uma próxima... :)
    CT

    ResponderEliminar

Enviar um comentário