Morreu tetraplégica que dias atrás casou na cama do hospital


Lembram-se?

Infelizmente, Rosycler Iadoccico Neves, 61, que se casou com seu companheiro de mais de 20 anos no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (313 km de SP) no último dia 30, morreu no domingo (7) vítima de uma parada respiratória.

Portadora de doença degenerativa neurológica, ela vivia numa cama do hospital desde fevereiro e respirava com o auxílio de aparelhos. Como não conseguia falar, Rosy se comunicava apontando letras numa placa.

O casamento, realizado no último sábado de julho, teve bênção de um pastor e enfermeiros e médicos como convidados.

Fonte: Folha.com

Comentários

  1. Tenho um Amiga que vive assim à mais de 9 anos no H.Curry Cabral e acredita que sempre q preciso de animo vou visitá-la!! Podes não acreditar mas pessoas assim são autenticas "LIÇÕES de VIDA"...
    Conheci a Josélia Sequeira atraves da RTP e não hesitei em ir conhecê-la pessoalmente...fala com o SORRISO e a EXPRESSÃO do OLHAR...e a melhor linguagem é mesmo a dos afectos.
    Bjs e mta Luz
    Isa

    ResponderEliminar
  2. Conheço a Josélia só pela imprensa.
    Ela tem o seu cantinho na comunidade ELA: http://noseela.ning.com/profile/JoseliaSequeira
    Fica bem

    ResponderEliminar
  3. http://www.littlethingsmakethedifference.blogspot.com/

    Também tem o blog dela :)
    E brevemente está a pensar publicar o livro dela...é uma GRANDE referência para mim, enquanto MULHER, MÃE, AVÓ, IRMÃ,e em tempos tb uma excelente PROFISSIONAL, trabalhou em Marketing na Quinta do Lago (Algarve) e no Hotel Sheraton...é uma VERDADEIRA FORÇA da NATUREZA!! Tenho tanto a aprender com ela, até conseguir atingir aquele nível!! Estou a tentar, aprender com ela a falar por "telepatia" :)
    Acho que dessa forma nunca haveria "mal entendidos"!!

    Beijos e fica bem
    Muita Luz
    Isa

    ResponderEliminar
  4. Sim, em Novembro publiquei sobre ela e blogue: http://tetraplegicos.blogspot.com/2010/11/portugal-viver-num-hospital.html
    Deve ser mesmo muito enriquecedor Isa.
    Só há "mal entendidos" até serem esclarecidos. rs
    Fica bem e obrigado por nos dares a conhecer um pouco a Josélia.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário