Para Além da Esperança


Acabei de ler o livro “Para Além da Esperança” da autoria de Maria Leonarda Tavares. Um livro baseado na história da sua luta por um amor que só ela acreditava. Amar um paraplégico, vitima da guerra do ultramar, jogado praticamente ao abandono numa cama do Hospital Militar, cheio de escaras e de saúde débil. História passada entre 1968 e o fim da guerra colonial. Uma luta contra o preconceito, discriminação, abandono…uma luta de força, perseverança, amor sem limites que ela venceu.

Impressionou-me a maneira como os “coitadinhos” dos desgraçados dos “aleijadinhos e paralíticos” eram olhados e tratados na altura daquela maldita guerra. Como bem o livro refere: eram “carne para canhão”, literalmente. Um exemplo absurdo era a proibição dos profissionais do melhor e único centro de reabilitação da altura, falaram ou socializarem com os utentes. Era terminantemente proibido.

Aconselho-vos a leitura deste excelente testemunho. Eu aprendi bastante e cresci muito mais. Foi-me emprestado o livro pela Isa Barata. Parece-me que só a autora o comercializa e a ADFA – Associação dos Deficientes das Forças Armadas.

Comentários

  1. Que bom teres partilhado no teu blog :)
    Acho que a Leonarda tb vai gostar de saber disso. E eu que depois de o ler já o tinha guardado na prateleira!!
    Afinal foi parar à pessoa certa!!
    Continua a fazer o teu trabalho, que é "excelente"!!
    Bjs e mta Luz

    ResponderEliminar
  2. Isa, estes relatos dizem-me muito. Com os outros, se quisermos e tivermos essa humildade podemos sempre aprender. Gosto deste tipo de livros e ainda por cima sobre deficiência, força de vontade, luta...
    Já lhe enviei um e-mail. Vamos ver se responde.
    Obrigado por me emprestares o livro.
    Fica bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E respondeu...com a resposta vinha a sua coleção de livros editados.
      Que grande presente.
      Obrigado Maria Leonarda Tavares.

      Eliminar

Enviar um comentário