O ácido ursólico presente na casca da maçã é eficaz na redução da atrofia muscular


O ácido ursólico presente na casca da maçã, um fruto que já se sabia ser rico em fibra, vitaminas e minerais, provou ser eficaz na redução da atrofia muscular, uma condição muito comum e para a qual não existe nenhum tratamento eficaz.

As conclusões são de um estudo realizado em ratos pela Universidade do Iowa, nos Estados Unidos da América, publicado na revista Cell Metabolism, publicação especializada para profissionais.

Os investigadores descobriram ainda que para além de aumentar a massa muscular, a substância tem outros efeitos benéficos ao reduzir a gordura corporal e os níveis de colesterol e de açúcar no sangue. Antes de saborear este fruto nutritivo com casca, não se esqueça, por isso, de lavá-lo bem.

Fonte: Universia

Enviado por Joaquim Simões

Comentários

  1. Me Schamo Luis Vivo na Alemhä. Estou invalido e reformado por invalides aqui na Alemanhä. Antes de receber a invalide aqui á,reforma daqui, mandou os papeis para lisboa. Para eu receber também a invalides de Portugal mäs,de Portugal ainda näo recebo..nada. Até hoje ainda estou á espera. Sou Dificíente Tenho 100% de ivalides. Tenho atrofi na perna, Duenssas kronikas em tudo corpo, Lado esquerdo tenho lemo Quer dizer, näo posso comer,lavarme,pentiarme lado esquerdo.Tenho também Morbus-Sudek, Retles-syndrom, Diebetes Tip 2, ostorese, Nervos danificados, Atrose, E também tomo 15 Medicamentos por dia. Estou sentado numa cadeira iletrica de rodas e a minhä parceira trata de min Tenho Fflege stufa 2. Já estou äespera da minhä reforma de invalides de Portugal desde 2006.Por favor pesso Ajuda ??? Eu precisso de ajuda alguem, que me ajude a resolver a minhä situacäo em Lisboa com á Seguranca Sosial de Pencöe invalide. Agradecia muinto á que me ajudar. Espero resposta meu Email. luisbento2@hotmail.com
    Dezejo as melhoras á todos e comprimentos
    PS: Luis B.

    ResponderEliminar
  2. Luis, irei contata-lo por e-mail.
    Fique bem e boa sorte.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário