Tetraplégica foi a primeira mulher com deficiência a posar nua para a Revista Playboy

Há aproximadamente 25 anos a americana Ellen Stohl, uma mulher com deficiência, abriu um grande debate ao posar nua para a Revista Playboy.

Através dessa ação, Ellen Stohl queria mostrar a sociedade uma perspectiva diferente em relação ao tema deficiência. Ela escreveu para o editor da Revista Playboy, Hugh Hefner, pedindo uma chance de aparecer na Playboy para acabar com os mitos que envolvem o universo da pessoas com deficiência.

“A razão pela qual eu escolhi a revista Playboy é que a sexualidade é a coisa mais difícil para uma pessoa com deficiência lidar”, Ellen escreveu em sua carta a Hefner.

Ellen disse que queria enviar a mensagem, “Olhe para mim! Eu sou uma mulher mais do que uma cadeira de rodas e você precisa ver isso em mim”. Isso foi há quase 25 anos, quando ela entrou para a história. Ellen foi fotografada nua e se tornou a primeira mulher com deficiência a aparecer na Playboy.

“Hef ficou convencido de que eu tinha o direito de ter a mesma voz que as mulheres sem deficiência. A deficiência não vai embora. E se não podemos lidar com as mudanças em nossos corpos e as mudanças no nosso físico, seja do envelhecimento ou da lesão, nós limitamos o que podemos fazer”, afirmou a modelo.

Ellen tem tetraplegia incompleta. Ela ficou paralisada em um acidente de carro do pescoço para baixo, mas recuperou alguns movimentos da parte superior do corpo. No hospital, em desespero, ela disse que perdeu a vontade de viver. Mas com o tempo descobriu que sua deficiência não era motivo para deixar de viver.

“Eu aprendi que a vida pode ser boa e algumas coisas são diferentes. Mas você pode esquiar, pode montar a cavalo, pode casar, pode ter filhos, ter um emprego – na verdade, você está fazendo isso apenas sentada”, disse Ellen.

A modelo e atriz disse que pretende realizar alguns sonhos. Ela voltou a atuar e um dos seus sonhos é trabalhar em Hollywood.

Atualmente Ellen vive com o marido e a filha em Northridge, Califórnia, EUA. Ela leciona numa universidade e dá palestras sobre sexualidade e imagem corporal, relacionadas especificamente à deficiência física.

Em relação à pergunta se ela ainda posaria para a Playboy, Ellen responde: “Certamente!”

Comentários

Enviar um comentário