Fato de surf adaptado

A apresentação do primeiro fato concebido em exclusivo para portadores de deficiência decorreu durante o Festival “Surf at Night”, em Cortegaça.

A SURFaddict - Associação Portuguesa de Surf Adaptado apresentou, no sábado, na praia de Cortegaça, em Ovar, o primeiro fato de surf adaptado do mundo.

Trata-se de um fato concebido em exclusivo para a SURFaddict e adaptado a diferentes tipos de praticantes, tendo sido desenvolvido pela Janga, uma empresa da Figueira da Foz, que o concebeu de acordo com as indicações da associação e dos praticantes de surf adaptado.

“Este fato é mais elástico do que os outros” disse Nuno Vitorino, da Associação Portuguesa de Surf Adaptado, também ele deficiente motor, que explicou, numa reportagem à SIC, que o fato tem ainda uns fechos do lado exterior das pernas para ajudar a vesti-lo, bem como tem a particularidade de estar dotado de velcro na parte interior das coxas e pernas, permitindo que estas fiquem seguras durante a prática desportiva. “Ao segurar as pernas, elas não abrem ao ‘dropar’ as ondas em cima da prancha”, explicou.

Comentários