Santa Casa substitui cheque por entrega direta dos produtos para pessoas com deficiência


As cadeiras de rodas e outros produtos de apoio a pessoas com deficiência e idosos passam a ser entregues diretamente pela Misericórdia de Lisboa aos requerentes

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) já iniciou o processo de atribuição direta de produtos destinados a apoiar pessoas com deficiência e idosos.

Luisa Dias foi a primeira beneficiária a receber uma cadeira de rodas elétrica, no passado dia 16 de Agosto, por meio deste método, em que o requerente passa a receber diretamente o produto a que se candidatou em vez de lhe ser atribuído um cheque para o adquirir. A entrega é feita na presença da empresa fornecedora do produto de apoio e da terapeuta ocupacional do Serviço de Gestão de Produtos de Apoio da SCML - SGPA.

No âmbito do programa de financiamento de produtos de apoio onde a SCML se substitui à Segurança Social na Cidade de Lisboa desde 2003, foram satisfeitas 31 das 140 candidaturas apresentadas até agora, este ano, para produtos como cadeiras de rodas, andarilhos, equipamentos para treino de músculos respiratórios, unidades de oxigénio, almofadas para sentar ou colchões para prevenir úlceras de pressão, entre outras.

Em média, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa recebe 150 candidaturas anuais e com este novo modelo pretende prestar um serviço de maior qualidade e de satisfação dos seus utentes - requerentes.

Ao Serviço de Gestão de Produtos de Apoio da SCML compete a gestão por empréstimo dos produtos de apoio a todos os equipamentos da Misericórdia de Lisboa, bem como a avaliação e gestão dos financiamentos provenientes da Segurança Social para o financiamento dos produtos de apoio a requerentes que residam em Lisboa.

Na avaliação que faz de cada pedido, a SCML segue o princípio do "impacto que o produto de apoio tem na vida do requerente-beneficiário".

Comentários