Ser dependente...

Escrevi para o Portal Vida Mais Livre sobre ser dependente, algo que detesto. Veja abaixo:

- Ser dependente é não ter vida própria. É ser uma marioneta nas mãos de muitos, ser como uma pena que a leva o vento sem perguntar se o deseja e em que direção, é dizer sim quando quero dizer não, é aceitar com um sorriso o que tenho vontade de gritar bem alto que não quero, é voar sob o comando dos outros e fazer de conta que gosta de todas as direções e destinos, é ser gente que se sente ninguém, é ser gente sem comando;

- Ser dependente é estar com a cadeira de rodas num lugar, mas vindo do nada, alguém entende que deverias ir para outro lugar, porque naquele vais atrapalhar não sei o quê. Fazes-lhes a vontade mas logo aparecem outras opiniões…chega-te mais para aqui, olha acho que ficas melhor ali, vê lá se não seria melhor além…e antes que consigas argumentar e abrir a boca, ali estás tu, tipo deixa-me não mexer, e tentar passar despercebido. De tanto ouvires, e veres pessoas agirem assim, acabas por interiorizar que tu e a cadeira ocupam mesmo muito espaço, e incomodam ao ponto de sempre que chegas a um lugar onde exista mais pessoas, tipo sala, cozinha, etc., tens logo a tendência de ir procurar um cantinho onde estaciones, passes despercebido, e não corras o risco de incomodar ninguém;

- Ser dependente é estar cheio de sede porque evitas dar trabalho, e quando não suportas mais essa sede, ao pedires um copo de água, dão-te o copo de água e viram-te as costas sem perguntar se queres mais;

- Ser dependente é sentarem-te na cadeira de rodas e não terem o cuidado de por iniciativa própria te ajeitar a roupa, posicionarem corretamente, disfarçarem tubo do saco colector na roupa, ajeitarem o cabelo, etc;

- Ser dependente é acordares de noite cheio de frio, e ou calor, e não poderes chamar ninguém para te por confortável;

- Ser dependente é teres que comer a comida preparada no teu prato, ao gosto de quem a prepara, e tentares come-la assim mesmo, esteja tempero ou não como desejas, peles e gorduras se mantenham na carne e peixe…

- Ser dependente é serem os outros a preparar a temperatura da água do teu banho como se fosse para eles. Se reclamas que está muito quente ou muito fria, vem logo a resposta que és esquisito que para eles está boa;

- Ser dependente é aceitar o penteado que nos é feito, mesmo quando não está á nossa vontade;

- Ser dependente é ouvir constantemente dizerem que somos uma cruz, que têm costas estragadas por nossa culpa, que somos um fardo, que não podem sair por nossa causa, que vida deles agora é a nossa, que vai ser de nós sem eles;

- Ser dependente é ver muita gente que convive contigo diariamente a deixar cadeiras, sapatos, tapetes enrolados, vassouras e outros objetos no meio dos teus trajectos, e devido a isso teres que ficar horas impedido de te mexeres;

- Ser dependente é não teres o prazer de tomar o teu banho, fazeres tua higiene, e se pedes para lavar melhor esta ou aquela parte do corpo, te responderem que já fizeram, e tu aceitares mesmo não estando;

- Ser dependente é nunca poder lavar com água corrente as partes do rabiosque que ficam em cima da cadeira do banho, e ficar sempre com a sensação que ficamos sujos;

- Ser dependente é cortarem-te as unhas quando querem, aceitares resultado, e nunca dar um “ui que está a doer”. Bem tento roer as das mãos para evitar dar trabalho mas não consigo;
- Ser dependente é andar com a barba mal feita, e ter sempre aquelas colónias de cabelos que parecem ilhas no rosto;

- Ser dependente é ficar horas e dias fechado porque não consegues abrir a porta para circulares á vontade;

- Ser dependente é ver os outros a falarem de assuntos que te dizem respeito, dirigindo-se a quem está ao teu lado, como se tu não estivesses ali;

- Ser dependente é no meio de uma discussão virarem-te as costas e fecharem a porta, e ficares impossibilitado de te defenderes, ou ainda, desligarem-te a corrente da cadeira de rodas eléctrica e teres que ficar parado e indefeso no lugar onde estás;

- Ser dependente é no meio de um momento de pressão, teres uma vontade imensa de sair para aliviares a cabeça, te afastares por uns momentos e por ideias em dia, mas não o poderes fazer;

- Ser dependente é não teres privacidade, outros usarem teus documentos, carteira, cartão multibanco e nunca te deixarem sozinho quando mais o desejas;

- Ser dependente é acordares com as melgas a chatearem-te, e pedires baixinho para que encham a barriguinha delas picando-te onde não sentes o corpo e te deixem em paz;

- Ser dependente é ouvir a sirene dos carros dos bombeiros, os helicópteros a sobrevoar a tua casa, sentires o cheiro do fumo e aperceberes-te que existe um incêndio perto de ti e estás acamado e sozinho em casa sem nada poderes fazer; - Ser dependente é estares chateado com alguém que te humilhou e mesmo assim teres que lhe pedir um favor a seguir;
- Ser dependente é viveres tudo isto mesmo depois de saberem do que necessitas, gostas, etc.

E por fim, ser dependente é conseguir arranjar maneira de viver da melhor maneira perante tanta adversidade sem entrar em desespero.


Comentários

  1. QUERIDO AMIGO, SÓ TE CONSIGO PERGUNTAR...
    SE CONHECES ALGUÉM QUE NÃO SEJA DEPENDENTE?
    ATE SOMOS DEPENDENTES DOS AFECTOS E SE TER LIMITAÇÕES É SINÓNIMO DE MAIOR DEPENDÊNCIA, ENTAO VAMOS SUPERAR TUDO ISSO COM AMOR, ENTREAJUDA E SOLIDARIEDADE.
    IDENTIFIQUEI-ME EM MUITAS SITUAÇÕES E NÃO TENHO O TEU GRAU DE DEPENDÊNCIA, MAS ACREDITA QUE NÃO ESTÁS SÓZINHO NESSA LUTA PELA DISNIDADE DO SER HUMANO...E SÓ UNIDOS E COM AMOR CONSEGUIREMOS ATINGIR ESSE SONHO DE LIBERDADE E RESPEITO PELAS DIFERENÇAS DE CADA UM.
    CONTA COMIGO SEMPRE :)
    COM UM ABRAÇO DE LUZ E AMOR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Isa.
      Sim, todos de uma maneira ou de outra dependem de alguém, mas maioria tem alternativas. Nós não.
      O desafio é esse. Dar a volta por cima.
      Fica bem

      Eliminar

Enviar um comentário