Deficiência: Vamos Acordar o Gaspar. Manifestação em frente ao Ministério das Finanças

Temos que enfrentar o Gaspar e exigir-lhe respeito e dignidade.
Está a tirar-nos a pouca qualidade de vida que ainda nos resta com esta politica cega de cortar a direito sem olhar a meios. Gaspar, cada caso é um caso e não podemos ser nós a pagar as vossas incompetências. Vais ter que nos ouvir, queiras ou não queiras. 
Pessoal, vamo-nos unir e assim como o fizemos na vigilia da Assembleia da República, mostrar nossa garra, força e resistência. 
Temos que participar. Divulguem pf.


Vamos acordar o Gaspar. Vamos acordá-lo porque já é tempo de o Ministro das Finanças saber as consequências, na vida das pessoas com deficiência e das suas famílias, do orçamento que fez aprovar.

O Sr. Ministro Gaspar tem de acordar e perceber que não é possível sobreviver com pensões de 195 euros. Tem de perceber que o Estado não pode descartar nasfamílias a sua responsabilidade para com cidadãos que, pelo facto de terem uma deficiência, não deixam de ser cidadãos, nem deixam de ter direitos que estão consignados na Constituição da República Portuguesa.

O Sr. Ministro Gaspar tem de perceber que aumentos de IRS que chegam a ultrapassar os 700% a quem tem custos acrescidos por ter uma deficiência, que são da ordem dos 4 a 26 mil euros anuais consoante o grau e tipo de deficiência, é aumentar as dificuldades de quem já tem uma qualidade de vida miserável devido às barreiras físicas, comunicacionais, não esquecendo as resultantes dos preconceitos e estigmas associados à deficiência, que lhes são impostas todos os dias por esta sociedade.

O Sr. Ministro tem de perceber que estamos fartos dos cortes nos transportes para os tratamentos, das ajudas por terceira pessoa pagas a 49 cêntimos à hora, dos cortes no ensino especial que estão a levar muitas crianças a uma institucionalização forçada, que estamos fartos de renovar atestados quando temos deficiências que nos acompanharão para o resto da vida. O Sr. Ministro tem de compreender que estamos fartos de ser tratados como cidadãos de 2ª e dos ataques deste Governo ao Estado Social a mando da Troika.

Por isso vamos acordar o Sr. Ministro Gaspar.

Vamos estar em frente ao Ministério das Finanças a partir das 8:30 do dia 7 de Fevereiro a lembrar que existimos e que temos direito, tal como os nossos familiares, a uma vida digna.

Juntem-se a nós durante o dia ou apareçam na concentração às 16 horas para entregarmos uma mensagem para o Sr. Ministro Gaspar.

Ele precisa de acordar.

A concentração será ruidosa. Tragam o que fizer mais barulho. Buzinas, apitos, bombos, panelas, trompetes ou tubas.

Venham fazer barulho connosco!

Comentários

  1. YAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH, levo chocalho p/ agregar à ORQUETRA ;-)))))

    ResponderEliminar

Enviar um comentário