Educação Condutiva Petö em Carcavelos

A “Educação Condutiva Petö” que é utilizada em 30 Países, onde cerca de 250 instituições a praticam.

Este método de ensino foi criado pelo médico hungaro Prof. Dr. András Petö (1893 – 1967), que visa alcançar o desenvolvimento global (fisico e psiquico) de crianças / jovens / adultos com deficiências fisicas e de aprendizagem, pretendendo atingir um nível máximo de independência na vida quotidiana do individuo quer na vida familiar, escolar ou profissional.

Em breve apresentação, o Dr. András Petö cresceu com mãe pedagoga e pai a sofrer de Parkinson. Enquanto estudava, trabalhava num jornal e em casa ajudava os 2 irmãos mais novos a estudar. Como estudante de Medicina esteve 3 anos num hospital militar no departamento de tuberculose. Estudou ortopedia e fisioterapia e desenvolveu uma terapia alternativa. Já a exercer em Viena de Austria, recebia crianças que mais ninguém aceitava numa instituição que entretanto abriu. Utilizava um método“militar” onde mantinha uma rotina diária desde o levantar até ao deitar, com exercícios especificos obrigando o cérebro a trabalhar diariamente o mesmo ritmo.

O método baseia-se no príncipio orientador de que os disturbios do movimento são disturbios de aprendizagem que afetam as capacidades motoras além do desenvolvimento global da personalidade. Tanto a personalidade como a mobilidade são assim reforçadas, de forma a se obter maior auto-confiança no plano do movimento. Além do movimento promove-se ainda a socialização, a linguagem, o cognitivo e a comunicação. O objectivo a atingir é sempre individual.

A “terapia” é à base de exercícios e aeróbica, tendo como exemplos o ensino de educação musical, dança, leitura em voz alta, pintura, artesanato, etc.

A pessoa que administra esta terapia/metodo é o chamado “Condutor” pois conduz o método / terapia diáriamente. O Condutor é licenciado, mestre e pós graduado em fisioterapia, terapia ocupacional, terapia da fala, psicologia e educação tendo habilitações para ser professor / educador.

A Educação Condutiva Petö é também utlizada em pacientes com AVC, Esclerose Multipla e Parkinson.

A Educação Condutiva Petö é uma aprendizagem contínua e não um tratamento para curar, ideal por isso para a Paralisia Cerebral Motora que devido às suas caracterisiticas origina um clima de insegurança e confusão, proporcionando este método uma organização que ao mesmo tempo dá segurança, estimula e motiva. A repetição das tarefas é essencial para aumentar o grau de aprendizagem do cérebro e ajudar a executar a sua reabiltação educacional.

Posto isto gostaria de informar que temos um grupo organizado que estará em Carcavelos nas
instalações do “Abla” de 19 de Maio a 1. de Junho de 2013 tendo no dia 28.5 das 10 horas ás 12 horas as portas abertas para quem quiser conhecer o que realmentefazemos. Este grupo é composto por criancas, jovens e adultos com Paralisia Cerebral Motora, familiares e condutores, que na Escola Phoenix de Munique praticam este método.

Eu acho que Portugal necessita de conhecer este Metodo (para uns chamada Terapia) pois poderá ajudar alguém que realmente necessite.

Meu filho Tetraplegico de nascença pratica esta Terapia desde seus 2 anos de idade. Obviamente que qualquer um quer o melhor para as suas crianças assim eu também. Claro gostaria que ele andasse e fala-se pelos cotevelos tal como eu, mas ok nao é possivel então que seja feliz na maneira dele. E com este metodo ele é FELIZ. Ele adora ir á escola, sabe muito mais do que mostra, assim são outros como meu filho, um pequeno exemplo um pedaço de ouro. Me irrita quando chamam gente como meu filho de deficientes para mim são DIFERENTES muito especiais e, deficientes são aqueles que nem tão pouco se dão ao trabalho de os entender.

Enviado por Paula Pericão

Comentários