Alfândega da Fé quer ser um Município Inclusivo

A Câmara Municipal de Alfândega da Fé apresentou, na última semana, os resultados de uma avaliação no âmbito da mobilidade nos edifícios públicos, os quais revelaram “problemas” no acesso por pessoas portadoras de deficiência física.

A autarquia quis fazer esta avaliação para conseguir identificar e melhorar as acessibilidades a espaços públicos da Alfândega da Fé.

Os transportes públicos foram alguns dos serviços destacados como tendo problemas de acessibilidade, não estando adaptados as pessoas com mobilidade reduzida.

A Alfândega da Fé diz querer ser um Município Inclusivo e, assim, identificadas as barreiras, a Câmara Municipal quer melhorar os acesso a espaços, edifícios e transportes públicos.

Nota importante: nesta localidade, Alfândega da Fé, está previsto que seja hasteada a bandeira “Cidades e Vilas de Excelência” no âmbito de uma candidatura da autarquia virada para a promoção do “turismo acessível”.

Fonte: Plural & Singular

Comentários