Casa da Música "ao alcance de todos"

Os palcos da Casa da Música, no Porto, vão estar novamente "Ao Alcance de Todos" a partir de segunda-feira, com uma série de espetáculos que vão reunir músicos da instituição com pessoas com necessidades especiais de diversas origens.

O ciclo "Ao Alcance de Todos", iniciativa que já acontece desde 2007, é mais de "uma semana de inclusão" que confina num determinado período o trabalho realizado pelo serviço educativo da Casa da Música durante o ano inteiro, explicou à Lusa o coordenador, Jorge Prendas.

Assim, estão envolvidos no ciclo participantes tão variados como utentes da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Gaia com demência e doença de Alzheimer, pacientes do Hospital Magalhães Lemos e elementos da Associação dos Deficientes das Forças Armadas.

"Naquilo que são os concertos que vamos apresentar, a integração e a inclusão dão-se a partir da mistura, em que estamos todos no mesmo patamar e no mesmo palco", disse Jorge Prendas.

A 16 e 17 de abril, a Sala 2 da Casa da Música vai receber "Memo", projeto criado a partir das "memórias musicais dos participantes, pessoas com demência, acompanhadas em cena pelos seus cuidadores", criando "um espaço comum para recordações pessoais a revelar", segundo a instituição.

Mais tarde, a 30 deste mês, a sala Suggia acolhe "Curado", projeto também integrado no ciclo "Música e Revolução", que vai reunir músicos da Casa da Música, a Associação dos Deficientes das Forças Armadas e alunos do 12.º ano do Balleteatro, num espetáculo onde, "ainda que visualmente se possa perceber quem é quem, todos têm o seu papel e estão nivelados no mesmo patamar".

"Há coisas que podemos até falar na base emocional. No caso dos deficientes das Forças Armadas, o presidente da delegação do Porto disse-me que, ao fim de 40 anos [sobre o 25 de Abril], pela primeira vez ouviu algumas histórias que nunca tinham sido assumidas pelos seus intervenientes", referiu o coordenador do serviço educativo da Casa da Música.

O ciclo "Ao Alcance de Todos" inicia-se segunda-feira e termina a 30 de abril.

Fonte: RTP

Comentários