CM de Lisboa lança projeto de vida independente



No dia em que se assinala o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, 3 de dezembro, o vereador dos Direitos Sociais da Câmara Municipal de Lisboa, João Carlos Afonso, apresentou nos Paços do Concelho um projeto-piloto para a vida independente das pessoas com deficiência.

A debater este projeto, que pretende abrir à Comunidade um período de consulta e reflexão sobre a vida independente no que diz respeito à criação de melhores condições de vida para as pessoas com deficiência, estiveram presentes associações/organizações ligadas à temática e membros do CMIPD- Conselho Municipal para Pessoas Com Deficiência.

Vida Independente é uma abordagem consagrada na Convenção Internacional para os Direitos das Pessoas Com Deficiência, defendida pela União Europeia e prevista na Estratégia Nacional para a Deficiência.

O Movimento Vida Independente (designação do movimento internacional de direitos civis de pessoas com deficiência), exige o mesmo grau de autodeterminação, de liberdade de escolha e de controlo sobre a vida quotidiana de todos. Isto inclui a oportunidade de fazer escolhas sobre onde morar, com quem viver e como viver e permite a contratação de um assistente pessoal em detrimento de uma institucionalização.

Sendo um dos pressupostos do projeto a autonomização de pessoas com deficiência, para a sua viabilização e implementação, o pelouro da Habitação e Desenvolvimento Local da autarquia irá constituir uma bolsa de fogos municipais, para utilização transitória, a vigorar durante o prazo de execução do projeto-piloto.

O vereador, João Afonso, salientou a importância desta iniciativa referindo “ que a Câmara Municipal de Lisboa pode e deve dar um importante contributo, dinamizando este projeto para que possa permitir, conceber, testar e afinar um sistema de apoio à Vida Independente dos cidadão portadores de deficiência, na cidade de Lisboa”.

Conheça AQUI o projecto e dê a sua colaboração

Fonte: CM Lisboa

Comentários