Pitty, a cadela que arrebata corações

"Minha menina linda! Minha pequenita!", repetiu Carla, vezes sem conta, até se levantar para a abraçar. São este tipo de sensações de bem-estar, onde sai reforçada a autoestima de cada pessoa, que são exploradas nas atividades assistidas por animais.

Em apenas duas sessões, as reações têm sido "maravilhosas", porque "o cão funciona como uma espécie de desbloqueador de emoções", contou, ao JN, Mariana Cúria, que com João Pedro coordena as atividades assistidas por cães com jovens adultos do CIAD.

Ela é técnica, com formação na área tirada em Espanha, ele é treinador que há 18 anos se dedica a aplicar as melhores metodologias de treino nos cães. O trabalho de ambos tem a particularidade de ajudar pessoas com deficiência, ao mesmo tempo que vão resgatando animais de rua.

Como a XS, a Mel e a Surya, que, depois de reabilitadas e treinadas, já participam nas atividades da TeraPets, associação sem fim lucrativos que "tem como principal objetivo aumentar o conhecimento e o estudo científico sobre a área das intervenções assistidas por animais em Portugal", explicou Mariana. Ou como Miss Pitty, que chegou à Associação Animais de Rua, depois de o seu anterior dono, sem-abrigo e toxicodependente, ter sido preso.

"Era um sonho antigo envolvermo-nos num projeto como este. Mostrando que os animais não servem só como companhia, mas também nos podem ser úteis a superar as nossas próprias limitações", explicou Cláudia Martins, membro da Animais de Rua e da família de acolhimento da Miss Pitty.

"Pitty é uma cadela muito dócil, tranquila, com vontade de interagir com pessoas", descreveu João Pedro, referindo que neste tipo de atividades é essencial que "o cão esteja perfeitamente confortável". E Pitty, mesmo tendo dado sinais de estar cansada, com tanto abraço de Carla, não desistiu de interagir.

Todavia, para que seja possível a TeraPets desenvolver estas atividades no CIAD, durante seis meses, é preciso angariar 1560 euros.

Uma meta que pode ser alcançada facilmente: a partir de amanhã, por cada novo seguidor na página do Facebook do Mar Shopping, que organiza, será doado um euro. O que se pretende é que até 31 de outubro seja possível atingir este valor.

Fonte e mais informação: JN

Comentários