Meu agradecimento a duas enfermeiras hospital de Abrantes

Na minha crónica do Jornal Abarca, desta vez homenageio duas enfermeiras que gosto muito.

Abrantes. Hospital. Consultas externas. Sala de tratamentos. Sinto-me em casa.

Sorrisos, e vozes carinhosas, esperam-me naquele espaço uma vez por mês. Um encontro mensal que tinha tudo para ser rotineiro e desagradável, tornou num momento descontraído e até agradável. Tudo isto graças a duas enfermeiras da velha guarda e profissionais de mão cheia.

A cavaqueira vai acontecendo enquanto se abrem gavetas, vestem luvas, agarram em seringas…e já está, mudança de cateter concluída.

É assim que acontece a mudança do meu cistocateter, sistema que me permite esvaziar a bexiga no dia-a-dia. Maria João e Clara, são as enfermeiras que refiro, e que em boa hora apareceram no meu caminho. Após cistostomia (abertura de um orifício no abdómen com ligação á bexiga) realizada no hospital CUF Descobertas, andava eu desesperado á procura de um local onde um médico me realizasse esse procedimento. Tinha de ser um profissional familiarizado com suprabúbica mas não estava a ser fácil.

Encosto o encosto da cadeira de rodas ao limite, abrem o fecho das calças e toca a trabalhar. Bem diferente da 1ª vez da CUF Descobertas. Quinze dias após cirurgia que introduziu o 1º cistocateter o dito obstruiu, urina ficou retida e lá vou eu em grande agonia direto a Lisboa com destino à CUF. Foi preciso um urologista, duas enfermeiras, uma auxiliar e ainda um bombeiro, este para ajudar na transferência para a marquesa, para mudar o cistocater.

Ao retirar o obstruído e introduzir o cistocater novo na bexiga, jorra urina por todo o lado, incluindo para o meu abdómen. Paguei 48,00 e venho de lá com grande desconforto e molhado de urina. Em Abrantes, nada disso acontece. Um hospital público e duas funcionárias experientes que fazem toda a diferença.

Não é só o profissionalismo, mas também a alegria com que me recebem e o grande humanismo demonstrado.

Se tiver algum problema ligue, ou apareça. Não deixe de contar connosco. É assim que termina o nosso encontro e nos despedimos até ao próximo mês.



Obrigado enfermeiras. Convosco o difícil parece fácil.

Comentários