Governo elogia capacidade de inclusão do Município de Leiria

A secretária de Estado Ana Sofia Antunes anunciou várias atividades "para todos" no dia 03 de dezembro e explicou que a escolha do Município de Leiria para as comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência foi "bastante simples e evidente".

"A Câmara de Leiria desenvolve um conjunto de atividades muito interessantes na área da inclusão há vários anos e, em particular no dia 3 de dezembro, com a realização da Gala da Inclusão", adiantou a secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes.



Considerando não ser "apologista de datas nem de efemérides", a governante reconheceu, contudo, que "têm uma importância significativa na medida em que chamam a atenção e mobilizam a comunidade para determinados temas que ainda não são uma preocupação constante e permanente no dia-a-dia das comunidades".

"Era para nós um desafio interessante que Leiria aceitasse receber-nos e associar-se a nós nestas comemorações do dia 03 de dezembro. E, nessa medida, desenvolvemos este programa comemorativo em conjunto com o Ministério do Trabalho e da Solidariedade e Segurança Social, a Câmara Municipal e o Instituto Politécnico de Leiria, com o apoio do Instituto Nacional para a Reabilitação. O que pretendemos é juntar esforços e dar uma dimensão mais nacional aquilo que já é feito em Leiria", acrescentou.

Nesta medida, o evento Leiria Cidade Natal vai ter atividades inclusivas que "estimulem à participação de toda a comunidade". "A ideia é termos, além das atividades normais da Leiria Cidade de Natal, um conjunto de associações e empresas, que trabalham na área da inclusão e que querem partilhar o seu trabalho connosco", adiantou Ana Sofia Antunes, desafiando "toda a comunidade de Leiria, especialmente as crianças", a experimentar a oferta.

Este ano, o Natal em Leiria será inclusivo, com a pista de gelo acessível a crianças portadoras de deficiência e a exposição da Lego com bonecos inclusivos. Além disso, estão previstas ainda atividades relacionadas com o braille, língua gestual, prática desportiva adaptada e jogos tradicionais, permitindo que "crianças se ponham na pele de uma criança com deficiência e aprendam coisas novas".

"Quanto mais prepararmos as crianças hoje e fizermos delas mentes abertas e conhecedoras da diferença, mais vamos potenciar que sejam adultos sem preconceitos e são eles que vão tornar possível que a nossa sociedade de amanhã seja mais inclusiva e mais promotora da igualdade de todos", sublinhou a secretária de Estado.

Estas atividades iniciam-se no dia 03 de dezembro, dia da efeméride e em que se realiza a Gala da Inclusão, e prolongam-se durante todo o evento.

A vereadora da Câmara de Leiria Ana Valentim adiantou que o objetivo é que o Leiria Cidade Natal "seja efetivamente uma iniciativa vivida por todos e para todos".

"Este é um sinal claro do que queremos para a inclusão. Agradecemos este voto de confiança e vai ser um estímulo para trabalharmos mais e melhor. O que pretendemos é que dia 03 de dezembro seja feito em Leiria todos os dias", sublinhou Ana Valentim.

Além dos prémios que serão atribuídos a instituições que se destacam pelo seu trabalho nesta área, a Gala da Inclusão servirá, uma vez mais, para entregar brinquedos adaptados, no âmbito da campanha `Mil Brinquedos Mil Sorrisos`, que este ano vão para os Açores.

"As questões da inclusão e da inovação social estão completamente na agenda do plano estratégico do Politécnico de Leiria, de tal modo que no nosso plano estratégico para 2020 identificámos como fator crítico de sucesso disruptivo a inclusão social", disse o vice-presidente do Instituto Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa.

Fonte: RTP

Comentários