A Praia mais acessível de Portugal

A Praia de Valadares Sul foi distinguida com o primeiro lugar no concurso «Praia+Acessível 2016», numa iniciativa promovida pelo Instituto Nacional para a Reabilitação (INR).

O prémio é o reconhecimento da aposta que a autarquia tem feito para que as praias do concelho sejam acessíveis a todos, sustenta Miguel Lemos, administrador da empresa Águas de Gaia. São cinco as praias 100% acessíveis do concelho: Miramar, Senhor da Pedra, Canide Norte, Aguda e Valadares Sul.

“Estas praias têm a particularidade de, para além de terem condições especiais ao nível do passadiço para permitir que pessoas com cadeiras de rodas acedam ao areal, dispõem também de um serviço de apoio a banhos através de protocolos que temos com as corporações de bombeiros e com a disponibilização de carros anfíbios que permitem levar pessoas com mobilidade reduzida ao mar”, explica Miguel Lemos.

Nestas praias, a autarquia tem apostado, numa parceria com o Centro de Reabilitação do Norte, em várias iniciativas para pessoas com mobilidade reduzida como o surf e o voleibol adaptados ou passeios na ciclovia para pessoas com mobilidade reduzida com utilização de bicicletas específicas.

O título de praia mais acessível do país é para revalidar, garante o administrador das Águas de Gaia, e a aposta vai continuar com a criação de condições de acesso para pessoas invisuais ou com visão reduzida, através da criação de sinalética específica e da sensorização dos passadiços que vão fornecer informação sobre a localização. O projeto será testado ainda durante esta época balnear numa das cinco praias mais acessíveis do concelho.

Gaia é o segundo concelho do país com mais praias de qualidade
Este ano, o concelho de Vila Nova de Gaia ficou em segundo lugar no ranking “Qualidade de Ouro 2017”, que avaliou as praias portuguesas, com critérios como a qualidade da água.

Mais uma distinção para as praias do concelho, todas com Bandeira Azul, que se estendem ao longo de 18 quilómetros da zona costeira. A limpeza das praias, a melhoria da qualidade da água, as infraestruturas para a prática desportiva e de lazer com os 15 quilómetros de passadiço e 25 quilómetros de ciclovia, têm colocado as praias do concelho de Gaia no mapa pelas melhores razões.

Miguel Lemos garante que, hoje em dia, Gaia é uma referência ao nível do saneamento e que isso reflete a qualidade da água nas praias do concelho. “Quem nos visita sabe que a água das praias de Gaia é efetivamente água de qualidade. A prova disso é que temos bandeiras azuis e todos os anos são revalidadas”, sustenta.

Além disso, continua, é feito um controlo contínuo da qualidade da água do mar através das análises obrigatórias que são feitas pela Agência Portuguesa do Ambiente e também pelo “ Centro Azul” de apoio às praias do concelho. “Durante todo o ano temos uma equipa dedicada a esta área do concelho, portanto isso permite-nos ter o areal das praias mais limpo, os passadiços sempre que possível em boas condições e, se algo de anormal acontecer, seja no mar, no areal ou nos passadiços, nós estamos em permanência em acção aqui na orla marítima”, afirma o administrador das Águas de Gaia.

Para que as 18 praias do concelho continuem a ter um selo de qualidade, a autarquia pede a colaboração de todos os visitantes e concessionários das praias para que reportem anomalias que encontrem nas praias ou nos seus acessos. Podem fazê-lo através do site “Gaia Mais Praia” ou através da aplicação Águas de Gaia.

O administrador das Águas de Gaia acredita que, no futuro, o principal desafio passa por garantir “a manutenção da qualidade das infraestruturas existentes e, sempre que possível melhorar e inovar”. Depois da acessibilidade, a aposta da autarquia para o próximo ano é a melhoria dos transportes para as zonas balneares e a opção de transportes alternativos, amigos do ambiente, adianta o responsável da empresa.

A autarquia está atualmente a trabalhar no processo de certificação da ciclovia que liga as várias praias do concelho para que possa integrar a rede europeia de ciclovias Euroveloe, desta forma, figure na Rota da Costa Atlântica que liga Portugal à Noruega de bicicleta.

Fonte e vídeo: Público

Comentários