Centro de Medicina de Reabilitação do Sul vai pertencer ao Centro Hospitalar e Universitário do Algarve

O Presidente da República promulgou esta quinta-feira, 17 de agosto, o diploma do Governo que altera a denominação do Centro Hospitalar do Algarve para Centro Hospitalar e Universitário do Algarve, e procede à transferência de atribuições da Administração Regional de Saúde do Algarve, I.P., relativas ao Centro de Medicina Física e de Reabilitação do Sul.
Este diploma pretende intensificar a integração das atividades de ensino superior, investigação e transmissão do conhecimento científico na prestação de cuidados de saúde e, assim, aumentar a qualidade destes cuidados e contribuir para a fixação de profissionais qualificados na região. No mesmo âmbito, ao proceder à transferência para o CHUA das competências da ARS Algarve relativas ao Centro de Medicina Física e de Reabilitação do Sul, vai reforçar as sinergias, garantir uma utilização mais eficiente dos recursos humanos e financeiros disponíveis e obter ganhos de racionalidade e qualidade.

O Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) será composto por quatro pólos: duas unidades hospitalares (uma em Portimão/Lagos e outra em Faro), o Centro de Medicina de Reabilitação do Sul e um polo de investigação e de ligação com a Universidade do Algarve, que vão trabalhar em conjunto e com grande autonomia. O objetivo é aumentar a atratividade do CHUA para que possa receber mais médicos, enfermeiros e outros técnicos de saúde, e ao mesmo tempo reforçar a ligação à Universidade, nomeadamente fortalecer e potencializar o curso de Medicina, para poder oferecer aos profissionais de saúde uma oportunidade de crescer também no plano de investigação e dessa maneira criar uma estrutura hospitalar forte, atrativa e dinâmica.

Fonte: A voz do @lgarve

Comentários