Nuno Vitorino vai ser o primeiro português a participar no Mundial de surf adaptado

Portugal vai estar pela primeira vez representado no campeonato mundial de surf adaptado, com o atleta Nuno Vitorino a participar na competição que vai juntar surfistas de 20 países, em La Jolla, na Califórnia. A participação de Nuno Vitorino, antigo nadador paralímpico, na terceira edição da competição, que decorre entre 29 de novembro e 03 de dezembro, foi anunciada hoje pela Federação Portuguesa de Surf (FPS).

"Há mais de dois anos que estamos a trabalhar para chegar ao Mundial de surf adaptado, finalmente conseguimos, é muito bom para esta vertente da modalidade", disse à agência Lusa o presidente da FPS. João Aranha considerou que "independentemente do resultado, a presença de um atleta português é já uma vitória e um reconhecimento do esforço que muitos têm feito".

O presidente da FPS explicou que Nuno Vitorino, de 40 anos, foi escolhido depois de observações feitas pela equipa técnica nacional, liderada por Miguel Moreira. O líder federativo destacou o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude, semelhante ao disponibilizado para as restantes seleções nacionais de surf, e do Comité Paralímpico de Portugal.

Nuno Vitorino, que ficou tetraplégico aos 18 anos, após ter sido atingido com um tiro disparado acidentalmente por um amigo que manuseava uma arma de fogo, criou em 2012 a Associação Portuguesa de Surf Adaptado (SURFaddict), que pretende proporcionar a prática de modalidade a pessoas com deficiência.

Fonte: DN

Comentários