Open House regressa em setembro para abrir 70 espaços de Lisboa

A 7.ª edição do Open House Lisboa, que abre ao público 70 espaços na capital, habitualmente fechados, vai regressar de 22 e 23 de setembro, foi hoje anunciado pela organização.


Com comissariado de Luís Santiago Baptista e Maria Rita Pais, o evento, que celebra anualmente a arquitetura da cidade de Lisboa, com entradas gratuitas, abriu um programa de candidaturas para voluntariado em várias áreas de apoio.

Das casas privadas às infraestruturas, dos espaços culturais aos escritórios, dos teatros às escolas, serão 70 os espaços anfitriões de visitas, passeios e conversas com autores de projetos, urbanistas, historiadores e outros especialistas, que vão ajudar a perceber a cidade.

Nesta edição, os comissários convidados são o arquiteto, crítico e professor Luís Santiago Baptista, e a arquiteta, professora e curadora Maria Rita Pais.

Serão os responsáveis pelo desenho de um roteiro com um novo olhar sobre a cidade: "Motiva-nos a possibilidade de compreender Lisboa a uma escala urbana alargada, através de projetos, obras e intervenções específicas, propondo uma leitura integrada das transformações recentes da cidade, nas suas diversas áreas e eixos estruturantes", comentam os comissários num texto divulgado pela organização.

ACESSIBILIDADES

Em 2017, o Open House Lisboa registou mais de 44 mil visitas aos 87 espaços propostos no roteiro, e inaugurou também o programa de acessibilidade com visitas dedicadas a pessoas cegas ou com baixa visão, surdas e com deficiência intelectual.

Este programa de acessibilidades continuará este ano a ser desenvolvido.Esta iniciativa, que junta a Trienal de Arquitetura de Lisboa e a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), procura "promover um maior diálogo da arquitectura com a comunidade, acreditando que este está na base de uma melhor vivência da cidadania".


O evento abriu um ´open call´ para voluntários que mantém o evento gratuito para o público, sendo as candidaturas para acolhimento e informação ao público, orientação de visitas, programa acessibilidade - orientação de visitas adaptadas, Programa Júnior - mediação e/ou apoio a atividades, e logística.

Podem ser feitas candidaturas no site da trienal até dia 12 de agosto.

Fonte: SIC Noticias

Comentários