Easyjet condenada por impedir deficientes de viajar


A empresa aérea britânica Easyjet foi condenada por um tribunal francês a pagar uma multa de 70 mil euros por não ter deixado embarcar três passageiros em cadeira de rodas, tendo de pagar ainda a cada um deles uma indemnização de dois mil euros.

Segundo a BBC, os casos remontam a 2008 e 2009 e passaram-se no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris.

A empresa alegou na altura motivos de segurança para impedir a entrada no avião dos passageiros deficientes. De acordo com a transportadora, por não estarem acompanhados não teriam ninguém que os auxiliasse numa eventual evacuação de emergência.

A empresa britânica negou ter actuado com «intenção discriminatória» e anunciou que vai recorrer da decisão.

Uma das queixosas salientou que quando fez a reserva assinalou que se encontrava em cadeira de rodas e que, depois de lhe ter sido negada a entrada no avião, a Eastyjet recusou ainda devolver-lhe o dinheiro do bilhete.

A BBC salienta que a empresa terá ainda de enfrentar um novo caso semelhante em Paris, que vai ser julgado em Março.

Fonte: TVI24

Enviado por José Mariano

Comentários

  1. Ai.... chocante!! inadmissível!!! :(
    parabéns pelo blog, e grd bjnhs e td a correr mt bem....sempre.
    **Manu...do Porto**

    ResponderEliminar

Enviar um comentário