quinta-feira, 19 de novembro de 2009

TETRAPLEGIA E TREINO INTESTINAL

Todos nós tetraplégicos, sabemos o quanto é difícil e imprevisível controle do nosso intestino e por sua vez "treino intestinal". É óbvio que nuns mais difícil que nos outros.
Torna-se desconfortável maioria das vezes falar no assunto por se tratar de algo intimo. Mas é importante que o façamos para que nossas trocas de experiências nos possam ser úteis e ajudarmos-nos mutuamente.

Tenho recebido muitas mensagens sobre o assunto, e verifico que maioria fica aliviadissíma ao saber que não é o único a ter acidentes intestinais e problemas.

Todas as pessoas com uma lesão na medula espinhal têm o potencial para perdas intestinais involuntárias, devido à falta de sensação, e a incapacidade de sentir quando o recto está cheio. Nada a fazer.

Bem sei que estes acidentes intestinais,são um dos aspectos mais angustiantes das nossas vidas pós lesão. Têm um enorme impacto sobre a nossa auto-confiança, impacto social que reduz as nossas actividades recreativas, impacto negativo de oportunidades educacionais e de emprego, nessas horas até a dignidade desaparece.
Principalmente o que mais desejaríamos era não ter que nos entregarmos nas mãos dos outros quando nos acontece uma perda. Faria-mos tudo para que esses momentos não existissem.
Digo-vos: para mim é um momento que ainda não consigo viver sem constrangimento, angústia, vergonha...mas fazer o que?


QUAL É A FUNÇÃO DOS INTESTINOS?

O tubo digestivo é composto pelo estômago, intestinos grosso e delgado, cólon, recto e canal anal, sendo os intestinos a maior parte deste sistema. O intestino delgado é responsável pela absorção dos nutrientes dos alimentos, conforme estes transitam por sua extensão.
Já o intestino grosso tem como função fermentar o alimento que não foi digerido e extrair a água de seu conteúdo, desidratando-o e transformando-o em fezes.

Fezes,que em seguida, são armazenadas no lado esquerdo do intestino grosso, até que sejam esvaziadas do corpo num momento conveniente, por meio de evacuação. Um movimento intestinal que acontece quando o recto, que é a última parte do intestino está cheio.

Quando o recto está cheio. Uma mensagem acciona os músculos para mover as fezes para baixo através do intestino. Outra mensagem permite que saibamos que é hora de ir à casa de banho, enviando uma mensagem para o cérebro através da medula espinhal, que também controla os músculos, na abertura do recto (ânus). Este músculo chamado esfíncter anal, permite-nos controlar a ejecção das fezes.
Nos nossos casos devido à lesão da espinal-medula perdemos a capacidade de controlar o reflexo de esvaziar o intestino quando o recto está cheio.

POSSÍVEIS MÉTODOS DE ESVAZIAMENTO INTESTINAL:

Cada programa intestinal deve ser individualizado visando atender as necessidade pessoais de cada um e o tipo de doença ou de lesão nervosa. Programa esse elaborado por técnicos especializados durante nosso internamento após trauma.

- ESTIMULAÇÃO DIGITAL E REMOÇÃO MANUAL DAS FEZES
Movimentos circulares com o dedo no recto causam relaxamento do esfíncter anal.Usar luva bem lubrificada. Deve-se evitar o mais possível para que não crie habituação.
Remoção deve ser feita principalmente quando se detectam "fecalomas", remoção essa com movimentos suaves e circulares.

- SUPOSITÓRIO
Dulcolax (estimulante do nervo final do recto causam contracção do intestino) ou glicerina (puxa água para dentro do bolo fecal estimulando a evacuação). Há quem necessite de 1/2, 1 ou até 2. Conforme indicação do médico.
Em geral administra-se supositório quando deitado em decúbito lateral esquerdo. Após alguns minutos de actuação ir para cadeira sanitária que facilitará defecação devido à gravidade.
Muitos impossibilitados de se sentarem fazem todo o processo na cama. Uns fazem treino de manhã, outros à noite. Deve-se fazer em dias alternados embora haja quem o faça com maiores intervalos, mas sempre no mesmo horário.
Também há quem necessite de em conjunto com supositório, tomar comprimido Dulcolax ou outra marca. Geralmente 6 a 8 horas antes do treino.

Maioria de nós sabe que nem sempre os métodos acima funcionam, por isso ficam abaixo algumas dicas usadas por muitos como auxilio:

Principal é fazer uma alimentação saudável, com ingestão do maior número de fibras possível, fruta e água; evitar beber bebidas gaseificadas, tomar uma colher de sopa de xarope (laevolac é o mais comum) diluído em água uma ou duas vezes ao dia, duas colheres de sementes de linhaça ao pequeno almoço misturadas com iogurte... leite...ou o que desejar, 1 colher de sopa de xarope de maçã reineta + kiwi ao dia diluído em água, crianças 1 colher de chá, 2 ameixas secas por dia ou umas horas antes do treino colocar 4 ameixas naturais num copo de água a ferver e antes do treino tomar o conteúdo, kiwis ao pequeno almoço, um copo de sumo de laranja natural diariamente, massagens na direcção dos ponteiros do relógio durante o treino,alimentos fortalecidos com fibras (como iogurtes, leite, próprias fibras), gelatina diariamente, etc., et.,

Mas mais importante que tudo, é cada um ir se conhecendo e ir verificando o que funciona consigo.
Nem sempre o que é bom para um o é para outro. Há quem nunca coma arroz, bananas e outros produtos porque lhes cria obstipação. Outros não comem feijão,legumes verdes, marisco, etc., porque lhes faz diarreia...eu nunca deixei de comer nenhum alimento. Dia de treino é que evito ingerir uma grande quantia de fibras. Eu diversifico o máximo minha alimentação. Cada caso é um caso.

Aconselho pedirem vosso médico prescrição de um medicamento para eliminar flatulência. Além de perderem aquele inchaço abdominal e eventual mal estar, evitam aquela desagradável situação de cheiros inoportunos quando menos se espera.

Existe também no mercado um "tampão anal" muito fácil de colocar e usar. Permite inclusive a passagem do flato.
Mais informações contactem a COLOPLAST PORTUGAL através da linha verde: 800203826. Visto existirem dois tamanhos de tampão, peçam uma amostra que vos será enviada para casa sem custo nenhum.
Chamo a vossa atenção para outros equipamentos contidos no site. Eu uso material deles há anos e além da simpatia e profissionalismo dos funcionários, seu material é de excelente qualidade e sempre que tenham dúvidas eles mandam-vos amostras para casa.

27 comentários:

  1. Este é o melhor e mais completo blogue sobre a temática da deficiência. Os meus parabéns e fico ao dispor...

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo elogio.

    Faço o que posso, mas longe do que desejaria.

    Apareça sempre.

    Fique bem.

    ResponderEliminar
  3. Gostaria de dizer que conhecemos bem o problema e conseguimos muito sucesso com um metodo natural. A cada tres dias faz-se uso de dois comprimidos de Sene 300 mg e uma xicara de chá , sempre a noite no dia anterior a ir ao banheiro. A colica é leve mais perseptivel e não é algo rapido , da tempo para se organizar e chegar em casa.

    ResponderEliminar
  4. Amandinha, muito obrigado pelo conselho.

    Para interessados aqui fica mais informação:
    http://www.infarmed.pt/infomed/download_ficheiro.php?med_id=855&tipo_doc=fi

    Fique bem

    ResponderEliminar
  5. Bom dia!
    Meu noivo tem 10 meses de lesão e, conforme aprendemos no Hospital Sarah Kubitschek, fazemos a remoção manual das fezes diariamente. Desta forma minimizamos o risco de "acidentes" em momento inoportuno. Até então não tivemos problemas, e como ele não tem sensibilidade nunca sentiu desconforto. De uns 2 meses pra cá ele recuperou o movimento abdominal e consegue fazer um pouco de força para ajudar no esvaziamento.
    Porém há dois dias ele começou a reclamar muito de uma dor intensa na parte de trás da cabeça no momento em que introduzimos o dedo para a mobilização e retirada das fezes. A dor cessa momentos após interrompermos o procedimento e volta quase que instantaneamente se tentamos fazer novamente. A dor é tão intensa que ele não aguenta esperar que terminemos, pede para parar pois a cabeça dói muito, com fortes fisgadas.
    Não sabemos que relação há entre o intestino e a cabeça para isso acontecer, mas tudo indica que a dor de cabeça é proveniente do toque retal.
    Estamos sem saber o que fazer, pois isso tem tornado essa rotina intestinal penosa tanto para ele quanto para nós (a mãe dele e eu) que cuidamos dele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcela, deve consultar o vosso médico. Um certo desconforto e subida da tensão arterial quando é introduzido o dedo para retirar as fezes, acontece com alguns tetras, mas dor intensa como descreve desconheço.

      Eliminar
    2. essa dor e neurogenia tambem tenho se o procedimento for feito deitado eu recomendo que treine intestino sentado cadeira de banho.

      Eliminar
    3. tenho 26 anos de tetra e treino intestino um dia sim outro nao e compro glicerina de litro e utilizo uma seringa de ponta de 60ml , adciono 20ml e aplico e aguardo e repito umas 3 vezes.

      Eliminar
  6. Artigo muito completo e informativo. Se pretender aglomerar informação às dificuldades intestinais pode encontrar aqui.

    ResponderEliminar
  7. Artigo muito completo, muito informativo.
    Publiquei recentemente no meu perfil um artigo sobre o assunto se quiserem mais informação.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  8. Muito obrigado pelo artigo, muito informativo

    ResponderEliminar
  9. Essa matéria tá de parabéns meu amigo ficou tetraplegia a poucos meses e Eu queria ajudar mais nao sabia como ajudar nem ele sabia qual seria suas dificuldades.muito obrigada pelo artigo

    ResponderEliminar
  10. lavagem com água morna é recomendável?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para alguns sim, mas deve consultar o seu médico.
      A pera com canula de 360 ml da PIC também costuma ser utilizada para lavagem.
      Boa sorte

      Eliminar
  11. Por favor, qual lado que devemos colocar para o utente para o esvaziamento intestinal, em DLE ou DLD !?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ok, sendo assim pode-nos relembrar e informar o porquê!? A enfermeira na altura nos explicou mas,...

      Eliminar
    2. Penso que tem a ver com a posição do intestino grosso. Encontra-se ligado ao reto no lado esquerdo. Virado para esse lado facilita a saída das fezes.

      Eliminar
  12. Boa tarde, meu nome é Geovane fiquei tetraplégico mais voltei a andar, meu intestino só funciona óleo recino com suco de laranja pra mim foi que deu certo

    ResponderEliminar
  13. Uso direto bisnaga matrilax para evacuar, única firma que encontrei,tem algum problema

    ResponderEliminar