Autocarro 736 em Lisboa

Hoje estou cansada, não sei a quem recorrer pois já não é a primeira vez que esta situação acontece.
Sou tetraplégica e tenho a felicidade de ter um trabalho. Moro em Lisboa e com muito esforço consigo sair de casa, apanhar o autocarro da carris e ir trabalhar. Apanho o autocarro 736 quando este para na paragem para eu entrar. Muitos passam e acenam que não têm rampa ou que está avariada. Hoje foi mais um daqueles dias em que a minha viagem durou horas.

O autocarro parou e o motorista amavelmente carregou no botão e a rampa encostou ao passeio. Entrei e ... a rampa não encolhia, estava avariada. O motorista com um sorriso agarrou numa suposta alavanca mas estava partida. Avisou todos os passageiros que a situação iria demorar e o melhor seria mudarem para o outro autocarro que vinha atrás. Saíram todos a correr, umas mulheres queriam pegar na minha cadeira com as mãos e colocar no passeio mas uma voz gritou a tempo ... não lhe toquem na cadeira que podem avariar...e fiquei sozinha com o motorista. 

O outro motorista apressado ia arrancar quando um grupo de passageiros gritava para que esperasse por mim. Ouvi os gritos dele ... nem pensem que eu vou abrir a rampa do meu autocarro que vai ficar também empenada. Os passageiros gritavam para ele abrir e o colega bateu na porta para ele parar e esperar por mim . Pressionado gritava "não pensem que é má vontade isto está tudo velho e com umas gotas de chuva fica tudo empenado e eu se abro a rampa vou ficar também aqui", mas fez inversão de marcha enquanto eu saia do autocarro. Já no passeio vi que era estreito e tinha um candeeiro no meio, a minha cadeira não podia passar... e o outro autocarro acabou por arrancar e fiquei com o motorista e o autocarro avariado... 

Esperei mais 45 minutos pelo próximo... preciso de trabalhar mas a Carris nem sempre tem os autocarros preparados para nós."... desculpa foi um desabafo. 

Ana 

o que é que ela pode fazer??? quem dá uma ideia ?

Fonte: Movimento (d)Eficientes Indignados

Comentários

Enviar um comentário