Qual a razão de nos continuarem a ignorar? Pergunta o Cláudio.

Boa tarde,
Cláudio Poiares esquerda
Venho aqui dar a minha modesta opinião e tentar abrir um debate, sobre um assunto que me tem roubado os pensamentos, nos últimos dias. Acho que devemos fazer uma reflecção, sobre as ações de protesto/sensibilização, que temos organizado e o impacto, que essas têm tido, junto da classe política, comunicação social e demais cidadãos.

Partidos ignoram convite para participar em iniciativa pela vida independente

Tenho alguma dificuldade em entender, como uma marcha de protesto, com quase 200 participantes, que desceram a Avenida da Liberdade, no passado dia 05 de maio e com reivindicações tão importantes, como uma vida independente, entre muitas outras, tem o impacto que teve. Nenhum partido compareceu, (à exceção do Bloco de Esquerda, representado pelo nosso digníssimo Jorge Falcato), nenhum canal televisivo deu cobertura, nenhuma rádio e jornais foram poucos. E a Associação Salvador, organiza uma ação de sensibilização, para com as acessibilidades da cidade de Lisboa, e o Presidente da República, acompanhado pela secretária de Estado da Inclusão para as Pessoas com Deficiência, comparecem, as rádios, os jornais e até os canais de televisivos, dão cobertura.
Marcha Pela Vida Independente
Não estou a dizer que, a causa da Associação Salvador, não é importante, pois era e é também, uma das nossas reivindicações, nem que não devemos estar orgulhosos da nossa marcha, da vigília, nem do trabalho que tem sido desenvolvido. Mas sim que nos tem faltado ter mais impacto, junto da classe política, da comunicação social e consequentemente, nos demais cidadãos.

Ação Associação Salvador
Penso que, devemos refletir sobre o assunto e juntos encontrarmos soluções, para que no futuro, tenhamos o impacto e a visibilidade desejada.

Por Cláudio Poiares

Marcha Pela Vida Independente: Tudo Sobre a Vida Independente

Ação Associação Salvador: 
Marcelo viu as dificuldades dos deficientes em deslocarem-se em Lisboa




Comentários