"As Ruas também são Nossas"

Tenho o prazer de lhe enviar o relatório da sessão de consulta pública "As Ruas também são Nossas", realizada para o Plano de Acessibilidade Pedonal de Lisboa.

(para obter o relatório basta clicar aqui)

Participaram nesta sessão quase 200 munícipes com idade igual ou superior a 55 anos, a quem pedimos que partilhassem a sua experiência pessoal no uso de passeios, passadeiras e transportes públicos.

Os resultados dão-nos uma noção clara dos acidentes sofridos, e do medo e incómodo sentidos com frequência pelos participantes. Constata-se que, no seu estado actual, a rede de percursos pedonais não proporciona as devidas condições de segurança e conforto a grande parte dos lisboetas mais idosos.

Como é óbvio, este desajuste não se verifica apenas em Lisboa. Parece-me por isso importante sublinhar, dois pontos.

Em primeiro lugar, que com o envelhecimento demográfico, este problema irá afectar um número cada vez maior de pessoas, e uma percentagem cada vez maior da população, ameaçando a sustentabilidade económica e social de muitas cidades portuguesas.

Em segundo lugar, que o relatório demonstra de uma vez por todas (se ainda preciso fosse) que os problemas de acessibilidade não afectam apenas os utilizadores de cadeiras de rodas nem as pessoas com deficiência visual.

Esta sessão de consulta é mais um passo na elaboração do Plano de Acessibilidade Pedonal de Lisboa, através do qual a Câmara Municipal de Lisboa está a definir medidas para dar resposta a muitas das questões chave apontadas pelos participantes, nalguns casos em articulação com outras entidades.

Para a resolução destas questões, que dizem respeito a todos nós, é necessária a reflexão e participação de todos. Nesse sentido, a Equipa do Plano gostaria muito de ouvir os seus comentários, feedback, sugestões, histórias, e qualquer informação que lhe pareça relevante e queira partilhar (poderá escrever para o nucleo.acessibilidade@cm-lisboa.pt ).

Desde já agradeço a ajuda que puder dar na divulgação deste estudo.

Obrigado!

Pedro Homem de Gouveia, Arquitecto
http://acessibilidade-portugal.blogspot.com

Comentários