Negligência médica: Hospital paga pensão a família


O Hospital Maria Pia, no Porto, aceitou pagar uma pensão mensal de dois mil euros à família de uma criança que ficou deficiente devido à negligência de uma médica. O hospital foi condenado pelo tribunal, em Fevereiro, a pagar uma indemnização de 400 mil euros mas recorreu da sentença.

A família está "aliviada". "É uma luz no fundo do túnel. Agora é esperar e ver, porque até no fim deste ano fica tudo resolvido pelo Supremo", disse ao CM a mãe de Sérgio, Patrícia Pereira. Depois de oito anos em tribunal, Patrícia admite estar "cansada" de todo este processo.

Enquanto o recurso do hospital não é avaliado pelo Supremo Tribunal Administrativo, a família avançou, no final de Março, com uma providência cautelar para que lhe fossem adiantados 60 mil euros e uma pensão mensal de dois mil euros. O hospital aceitou dar apenas uma pensão. "O juiz até lhes disse que já era um caso de consciência. Vou, para já, comprar talas para os pés do Sérgio, que estão a ganhar feridas", adiantou.

O caso remonta a 2001 e chegou ao tribunal dois anos depois. Numa consulta de Otorrinolaringologia no Maria Pia, a especialista Carolina Serôdio não pediu um exame para detectar um tumor benigno na garganta. Sérgio entrou em coma meses depois e sofreu sequelas cerebrais irreversíveis. Hoje, com 12 anos, vive dependente de ajuda.

Fonte: CM

Comentários