Albufeira cria serviço de informação e mediação para pessoas com deficiência

O Município de Albufeira vai passar a dispor de um Serviço de Informação e Mediação para
Pessoas com Deficiência, localizado nas instalações do Parque Lúdico da cidade. O SIM-PD resulta de uma parceria entre a Autarquia e o Instituto Nacional para a Reabilitação com o objetivo de apoiar as pessoas portadoras de deficiência ou incapacidade na procura das soluções adequadas à sua situação.

No passado dia 3 de março, Carlos Silva e Sousa, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, e José Manuel Serôdio, presidente do Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. (INR,IP), assinaram um protocolo de colaboração, que visa a criação de um Serviço de Informação e Mediação para Pessoas com Deficiência (SIM-PD) no concelho de Albufeira.

O SIM-PD destina-se a garantir o atendimento qualificado dos munícipes com deficiências ou incapacidades e respetivas famílias, bem como dos técnicos de reabilitação e instituições que desenvolvam atividade nesta área.

“Pretendemos trabalhar em parceria com as IPPS do concelho, especificamente com a APEXA – Associação de Apoio à Pessoas Excecional do Algarve e com a Santa Casa da Misericórdia de Albufeira, no sentido de ajudar a colmatar as necessidades mais prementes e encontrar soluções para os problemas mais críticos”, explica Marlene Silva, vereadora da Ação Social da Câmara Municipal de Albufeira.

Ao SIM-PD compete, ainda, recolher informação que permita produzir disgnósticos de caraterização local das pessoas com deficiência, desenvolver parcerias locais para articular soluções de atendimento mais eficazes, e proceder ao correto encaminhamento dos utentes através da mediação com serviços públicos e entidades privadas responsáveis pela resolução dos seus problemas.

Refira-se que este serviço surge no âmbito do projeto para a deficiência “Integrar”, que a Câmara Municipal tem vindo a desenvolver desde 2013 e assenta em oito áreas de atuação: Informação e Sensibilização; Apoio Psicológico e Funcional; Ocupacional – “Ponto de Encontro”; Voluntariado; Acessibilidades; Turismo para Todos; Parceiras e Cooperação; e Estudos, Projetos e Concursos. Através deste projeto, a Autarquia pretende trabalhar a diferentes áreas de deficiência e incapacidade, nomeadamente a psíquica, sensorial, física e mista.

Após assinatura do protocolo, a vereadora Marlene Silva, alguns técnicos municipais e os representantes do INR, IP visitaram o edifício afeto ao Parque Lúdico de Albufeira, espaço onde será feito o atendimento ao público do SIM-PD, durante o horário de funcionamento dos serviços municipais (9h00 às 17h00).

O INR, IP aproveitou o fato de se encontrar no Algarve para reunir com as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) da região, que trabalham na área da Deficiência. O encontro decorreu no edifício da Câmara Municipal de Albufeira e contou coma presença de 13 IPSS, duas das quais pertencentes ao concelho. A Autarquia procurou ajudar o Instituto Nacional para a Reabilitação a conhecer a realidade destas instituições e a adequar os apoios e respostas governamentais a cada caso específico.

Fonte: Barlavento online

Comentários