quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Metro de Lisboa e acessibilidades

MOBILIDADE PARA TODOS
A plena acessibilidade, para todos os clientes, é um objectivo e uma prioridade para nós.

Como tal, todas as estações mais recentes comportam meios mecânicos facilitadores de mobilidade, como sejam escadas e/ou tapetes mecânicos e elevadores indispensáveis à plena acessibilidade para todos os clientes.

Neste momento, na nossa rede de 46 estações (compreendendo 4 estações de correspondência entre linhas), possuímos 180 escadas mecânicas, 78 elevadores e 10 tapetes rolantes sendo que são 23 as nossas estações com acessibilidade plena a clientes de mobilidade reduzida.

A atenção para com os clientes de mobilidade reduzida foi tida igualmente em conta no projecto e execução das linha de controlo de acessos, existindo, em cada linha de controlo, canais especiais (mais largos) para quem necessite.

Com vista à acessibilidade plena, a todos os nossos clientes, a informação no interior dos comboios, com indicação da próxima estação, e as informações nas estações (cais e átrios), nomeadamente as relativas a perturbações no serviço, são simultaneamente sonoras e afixadas em painéis electrónicos. De igual modo, o aviso de fecho de portas é simultaneamente sonoro e luminoso.

As máquinas automáticas de venda de títulos existentes nas nossas estações, num total de 247, possuem as adaptações necessárias para cegos e amblíopes.

Consulte aqui lista completa das estações com acessibilidade. Estão assinaladas com a imagem de uma cadeira de rodas e de um elevador.
Clicando em cima da estação que nos interessa, obtemos detalhes sobre a mesma. Veja o exemplo da Amadora Este:

Localização
Linha Azul
Rotunda dos Salgados (Amadora), confluência das Estrada dos Salgados,
Rua Manuel Ribeiro Paiva e Rua Elias Garcia

Inauguração
15 de Maio de 2004
Projecto Arquitectónico: Arq.° Leopoldo de Almeida Rosa
Intervenções plásticas: Graça Morais

Interfaces
Vimeca

Acessibilidade
Esta estação tem acessibilidade plena (elevadores)

Informação completa no site do Metropolitano de Lisboa.

Se depararem com algum elevador avariado ou necessitem de ajuda, podem consegui-la accionando o respectivo botão em todas as bilheteiras, ou ligar para o nº de telefone: 213 500 115. Sempre que desejarem ao ligar, peçam para telefonista vos retornar a chamada. Assim não terão custos adicionais para obterem ajuda.

AINDA HÁ MUITO A FAZER COMO ADIANTA O PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DEFICIENTES,Humberto Santos, alertou para a necessidade de o metro de Lisboa ser mais acessível para os deficientes. Humberto Santos lembra que ainda há muito trabalho a fazer.

«Faltam, de facto, um conjunto de estações serem tornadas acessíveis através de acessos que permitam a mobilidade de todos aqueles que estão condicionados», sublinhou.

Noticia completa TSF

Sem comentários:

Publicar um comentário