Abrantes - Aprovada candidatura ao Progrma Rampa

Foi aprovada a candidatura apresentada pela Comunidade Urbana do Médio Tejo ao programa RAMPA, do projecto PIAL – Programa Intermunicipal de Acessibilidade Local Médio Tejo, no âmbito POPH, Programa Operacional de Potencial Humano.

A candidatura consistiu na apresentação de um conjunto de planos locais de promoção da acessibilidade a elaborar para os aglomerados urbanos de Abrantes, Rossio ao Sul do Tejo, Pego, Tramagal, Entroncamento, Ourém, Fátima e Tomar.
O montante total de investimento aprovado foi no valor de 300.000,00€, com uma taxa de financiamento FSE de 71,65%.

As componentes de investimento serão aplicadas num Plano de Promoção da Acessibilidade traduzido no levantamento das condições de acessibilidade no espaço público e a sua articulação com os edifícios públicos; realização de um diagnóstico e mapa das condições de acessibilidade em espaço público; proposta de percursos acessíveis e a apresentação de um plano geral das intervenções em espaço público. Será também aplicado numa solução Web sig para mapa da acessibilidade e acções de formação / sensibilização. Na vertente da formação, a candidatura integra também a realização de um Workshop no Médio Tejo e várias acções de formação para funcionários das autarquias, cidadãos com deficiência e técnicos que intervêm no espaço público.

A candidatura apresentada conta com a participação dos seguintes parceiros locais: Centro de Recuperação e Integração de Abrantes; Centro de Ensino e Recuperação do Entroncamento e Centro de Apoio a Deficientes Profundos João Paulo II.

O Programa RAMPA – Regime de Apoio aos Municípios para a Acessibilidade, apoia a elaboração de planos locais ou regionais que promovam as acessibilidades no espaço público, ao serviço da melhoria da qualidade de vida, da mobilidade urbana, tendo como grande pano de fundo e preocupação e a melhoria da acessibilidade para as pessoas com deficiências ou incapacidades. Corresponde à segunda geração de planos de promoção de acessibilidades apoiados pelo POPH no âmbito da Tipologia de Intervenção 6.5 – Acções de Investigação, Sensibilização e Promoção de Boas Práticas no âmbito da deficiência. metronews

Comentários