domingo, 23 de dezembro de 2018

Relatório: Pessoas com Deficiência em Portugal - Indicadores de Direitos Humanos 2018

No seguimento do projeto editorial lançado em 2017, o Observatório da Deficiência e Direitos Humanos apresentou, no passado dia 13 de dezembro, o segundo relatório 'Pessoas com Deficiência em Portugal – Indicadores de Direitos Humanos 2018'.

Esta publicação pretende contribuir para colmatar a lacuna de informação estatística sobre este grupo da população, dando conta dos progressos alcançados no cumprimento dos seus direitos humanos e dos desafios que permanecem.

 Clique aqui para aceder ao relatório completo do ODDH (formato pdf) e uma síntese dos principais indicadores em Leitura fácil.

O relatório “Pessoas com Deficiência em Portugal – Indicadores de Direitos Humanos 2018” pretende disponibilizar indicadores que permitam aferir o progresso alcançado na realização dos direitos humanos das pessoas com deficiência em Portugal em três áreas - Educação, Trabalho e Emprego e Condições de Vida e Proteção Social. Recorre-se, para o efeito, a fontes secundárias de informação, nacionais e internacionais (relatório integralmente disponível no final desta página).

Relativamente ao emprego, os dados apresentados neste relatório revelam que, em 2017, havia 12911 pessoas com deficiência inscritas como desempregadas nos centros de emprego, registando-se um aumento de 24,0% face a 2011 (10408 inscritos com deficiência). Entre 2011 e 2017 a tendência foi quase sempre de agravamento, com exceção de dois anos: 2014 (registou-se uma queda de 457 inscritos face a 2013) e 2017 (registou-se uma queda de 272 inscritos face a 2016, ou seja, 2,0%). Estes dados contrastam com a queda acentuada do desemprego registado na população geral: reduziu 34,5% entre 2011 (576383 inscritos) e 2017 (377791 inscritos) e 19,3% face a 2016 (468282 inscritos).

O relatório do ODDH também mostra que, em 2017, a maioria das pessoas com deficiência registadas como desempregadas tinham mais de 25 anos (86,8%), procuravam um novo emprego (81,6%) e encontravam-se desempregadas há mais de um ano (60,4%).

Download de ficheiros:
Relatorio_ODDH_2018.pdf
Síntese de Indicadores - Versão em Leitura Fácil

Fonte e mais informações: ODDH

Sem comentários:

Publicar um comentário