Como vou assinalar o dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Este dia 03 de Dezembro de 2010, comemora-se o dia internacional das pessoas com deficiência. Nunca liguei a datas. A esta também não. Alguns dirão que são importantes por causa da visibilidade que proporcionam, e neste caso a "deficiência". Eu continuo a achar que não são necessárias datas predefinidas pelos outros, para que eu faça, me lembre, destaque, ou viva, neste caso a "deficiência" e me lembre de todos os que são subjugados e humilhados por simplesmente serem "diferentes". Por isso este, para mim, é um dia como todos os outros.

Lamento e entristece-me verificar que maioria pensa diferente. Passam o ano inteiro a ignorarem-nos, nestes dias lembram-se que existimos? Claro que não. Continuam e continuarão a ignorarem-nos, mas faz parte, fica bem, é da praxe comemorarem este dia e por isso as manifestações multiplicam-se por todo o país/mundo.

DEPOIS, MAIS UM ANO EM QUE AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA SÃO JOGADAS PARA BAIXO DO TAPETE E ESQUECIDAS. QUEM PODE, MANDA.

Este ano vou ser uma "Maria vai com as outras", apetece-me, estou para aí virado...para quê ser sempre diferente da maioria? Sempre do contra? Para não me chamarem inflexível, vou também comemorar. Comemorar não, porque nada há para comemorar, vou assinalar esta data à minha maneira.

1 - VOU DAR DESTAQUE ÀS INJUSTIÇAS QUE TENHO ESTADO A TENTAR RESOLVER PELAS VIAS NORMAIS, E ATÉ AGORA NÃO CONSEGUI, E VER SE CONSIGO RESPOSTAS ATÉ O DIA 03 DE DEZEMBRO DE 2011, VOU VER SE QUEM MANDA REALMENTE FEZ ALGO E MANEIRA QUE ENCONTREI PARA, CASO TUDO ESTEJA RESOLVIDO EM 2011, TAMBÉM COMEMORAR E FICAR FELIZ COMO A MAIORIA.

2 - A PARTIR DE AGORA TODOS OS CASOS QUE ME CHEGUEM SOBRE SITUAÇÕES DRAMÁTICAS/INJUSTIÇAS COM PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, E EU NÃO CONSIGA RESOLVER PELAS VIAS NORMAIS. PROMETO QUE IREI PRESENCIALMENTE ALOJAR-ME EM FRENTE AO ORGANISMO RESPONSÁVEL, ATÉ INJUSTIÇA SER ULTRAPASSADA. NESTE MOMENTO TENHO UM EXCELENTE RELACIONAMENTO E PARCERIA COM O GABINETE DA SENHORA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA REABILITAÇÃO. MUITO ME TÊM APOIADO. MAS MUITOS MAIS CASOS FICAM POR RESOLVER E EU NÃO CONSIGO E NEM POSSO FICAR INDIFERENTE.

É UM DEVER MEU. SE TANTA VEZ DIGO QUE AMO O PRÓXIMO, QUE QUERO AJUDAR, CONTEM COMIGO, EU ESTOU DO VOSSO LADO, FAREI TUDO AO MEU ALCANCE PARA AJUDAR...E FAÇO UMAS DILIGÊNCIAS/TENTATIVAS DE AJUDAR E PERANTE RESPOSTAS NEGATIVAS DAS INSTITUIÇÕES FICO-ME POR AI, COM UM SIMPLES "FIZ TUDO O QUE FOI POSSÍVEL, DESCULPA, SINTO MUITO"? ESTOU ERRADO E A SER INJUSTO, PORQUE NÃO FIZ TUDO AO MEU ALCANCE.
FAZER TUDO É INCLUIR O QUE AGORA ME PROPONHO E PROMETO A TODOS. "SEMPRE QUE POR VIA NORMAL NÃO CONSIGA DESBLOQUEAR SITUAÇÕES, POREI-ME NA MINHA CADEIRA DE RODAS À FRENTE DA INSTITUIÇÃO DEVIDA, PARA FICAR BEM VISIVEL E ASSIM NÃO SE ESQUECEREM DO ASSUNTO". EXIJO E PEÇO ACÇÃO AOS OUTROS. DEVO DAR O EXEMPLO.

Aqui ficam as injustiças e neste caso metas a ultrapassar de 03 de Dezembro de 2010, a 03 de Dezembro de 2011: Clique, aqui.

AGORA UMA BOA NOTICIA

Como está cada vez mais difícil conseguir Produtos de Apoio através do Estado, lembrei-me de pedir ajuda a outros deficientes, desafiando-os a verem se não tinham lá por casa algum equipamento que pudessem disponibilizar para criar-mos um banco de produtos, e assim podermos empresta-los a quem estiver em situação difícil.

Fátima, Luis, José e Carlos muito obrigado. Graças a vós temos neste momento disponível para empréstimo:

01 Cadeira de Rodas Eléctrica

1 Cadeira de Rodas Sanitária

2 Almofadas antiescaras marca Roho

2 Almofadas antiescaras gel

1 Almofada antiescaras para cadeira de banho

1 Mesa apoio com rodas

1 Rampas portáteis

Destaco que estes produtos são usados e para emprestar a quem esteja absolutamente sem. Conheci casos de quem teve que ficar dias seguidos acamado porque sua cadeira de rodas foi para conserto, ou por estarem a aguardar decisão da Segurança Social. Serão emprestados a quem esteja temporariamente sem. Assim pode-se chegar a mais gente.

Seria maravilhoso continuarmos este movimento de quem tem e já não use, doar para quem não tenha nada.Se tem algo que possa doar, e esteja em condições de ser usado, contacte-me por favor e junte-se ao grupo.

Comentários

  1. Boa tarde, estou comovido com a tua atitude. Acho que é de louvar quem se importa com os outros de uma forma tão intensa.
    Os meus parabéns pela atitude e muita força.
    Quero também dizer que estou disponível para ajudar no que tiver ao meu alcance. Aqui fica o meu email – claudiopoiares@hotmail.com
    Em relação ao empréstimo de material, já o costumo fazer. Se tivermos atentos acabamos sempre por saber de agúem ao nosso redor que precisa disto ou daquilo.
    Um abraço Cláudio Poiares

    ResponderEliminar
  2. Cláudio, esgotaram-se todas as vias. Não posso por isso ficar quieto e achar que tudo fiz. Vou tentar de outra maneira ser solidário. Sabes que neste país, muitas vezes só nos vêm se ficarmos mesmo de frente dos olhos deles.
    Obrigado pela tua solidariedade. Infelizmente poucos se juntam às causas.
    Fica bem

    ResponderEliminar
  3. Meu querido Edu, és um exemplo de força...estou para aqui a magicar sempre como me posso unir aos teus esforços...muitos seremos mais...beijos e obrigada por existires!

    ResponderEliminar
  4. Obrigado Manuela!
    Tu já fazes parte da equipa. Sei que posso sempre contar contigo.
    Fica bem

    ResponderEliminar
  5. Edu, também vou ajudar. Mas como sabes bem, agora n posso, porque só tenho o q uso, e ainda bem remendadas...Mas num futuro próximo vou ter outras cadeiras.No momento actual empresto uma almofada de gel, ate vir a minha da segurança social. Aí dou.bjs Carol

    ResponderEliminar
  6. Obrigado Carol!
    Eu sei tua situação.
    Se alguém precisar eu contacto-te.
    Fica bem

    ResponderEliminar
  7. oi me chamo sumika e moro no rj. Meu irmão de 15 anos ficou tetraplégico e até o momento tenho arcado com todos os gastos dele. Me disseram que ele tem direito a um benefício, vc tem alguem aqui no RJ que possa me indicar para me ajuar. Nós estamos precisando de tudo, inclusive gostei muito das coisas daí, é uma pena não termos doações de cadeiras de rodas, e almofadas anti escaras.
    Poderia me ajudar e me indicar alguem.
    Obrigada. Adoro seu blog.
    abraços
    sumika

    ResponderEliminar
  8. Sumika, vou encaminhar tuas perguntas para meus amigos brasileiros. Mas preciso de teu endereço de e-mail.
    Envia-o para tetraplegicos@gmail.com
    Fica bem e boa sorte.

    ResponderEliminar
  9. Edu,inicialmente meus parabéns pelo seu trabalho.
    Tenho um filho que ficou tetraplégico devido a um traumatismo axional difuso em 2006. Não teve nenhum outro dano fisico, mas devido a enorme espasticidade ficou com os membros encurtados. Tentei desesperadamente no inicio a ajuda da AACD, para um internamento onde ele faria tratamento intensivo o que poderia em partes evitar um pouco da situação em que ele ficou. NÃO CONSEGUI. Eles me disseram que quase não dispunham de leitos para o SUS, fiz varias viagens com ele pra São Paulo e voltava cada vez mais humilhada. Tentei a rede Sarah e eles me responderam em várias ocasioões que precisaria estar melhor para ser tratado lá. Ele perdeu a fala, mas se comunica atravez de um quadro onde colocamos as letras do alfabeto e ele vai indicando as letras com o dedo indicador do braço direito que apesar da espasticidade e do encurtamento ficou relativamento bom. Pedi pra muitas pessoas importantes, implorei e me desesperei mas não quero me conformar. Ele tem um bom nivel de consciencia que percebemos atraves do que ele escreve. Se passar por cirurgias de alongamento de tendoes tem chance ate de ficar em pé, segundo alguns neurologistas que o trataram. Mas não sei mais a quem recorrer. Será que vc tem algum lugar pra me indicar, alguem que possa me ajudar???? Ele sofreu o acidente aos 22 anos e hj esta com 27. Tem bastante saude e muita força de vontade. Gostaria de um tratamento aqui no Brasil, mas se não for possivel a gente faz uma campanha de arrecad~ção e leva ele pra o exterior. Desculpe o desabafo. Aguardo sua resposta. Meu nome é jandira e meu email e jandmartins@hotmail.com.

    ResponderEliminar
  10. É uma luta enorme e desigual estas nossas existências, Jandira! Tanta indiferença e falta de respeito para connosco...
    Irei responder-lhe por e-mail.
    Abraço solidário

    ResponderEliminar
  11. Karen, irei contactar-te por e-mail.
    Com tão poucos dados, é impossível poder responder-te.
    Tenta ficar bem

    ResponderEliminar
  12. Sabe Edu sigo-te cm posso virtualmente,pois o tp é cruel e hoje num fériado pude c calma ver tdos esses casos por aqui e suas iniciativas.Admiro-te!Sempre que quiseres utilizar-te do www.futurotaqui.blogspot.com estamos a disposição,vc é um ser que diz e que age,importante p esse universo que já estive e agora estou de uma forma diferente tentando pela tecnologia assistiva,pela comunicação alternativa c escolas BOAS INTENÇÕES sem muitas vezes os r recursos necessários.As vezes penso cm gostaria de ter muito dinheiro p saber emprega-lo,mas essa sorte não me vêem e cabe então da forma que tenho meus limites,pela comunicação,pelas conversas c amigos,parentes.Um dia quem sabe ao visitar Poertugal qro conhecer instituiçoes e pessoas que fazem ACONTECER O PROCESSO INCLUSIVO.
    Deus o envolva c sabedoria,luz nos caminhos que te conduzem para a evolução!

    ResponderEliminar
  13. Eliane, muito obrigado por tuas palavras!
    Conheço teu trabalho e sei o quanto te dedicas também á causa. Também eu gostaria de ter outros meios para poder resolver mais facilmente situações dramáticas. Mas o que interessa é fazermos o que está ao nosso alcance. Agirmos. Muitas vezes nem é preciso mais que uma palavra amiga, um abraço, um "eu estou aqui e amo-te".
    Conta também comigo para o que precisares.
    Fica bem

    ResponderEliminar
  14. 04 de Abril de 2011
    Achei maravilhoso encontrar esse site.É maravilhoso descobrir pessoas que querem ajudar o próximo.
    Meu marido ficou tetraplégico em 1998,ele foi vítima de um AVC de Tronco Cerebral.Ele é afásico.É totalmente lúcido,e por ser dependente,tem HOME CARE que conseguiu na JUSTIÇA.Meu marido não pode sair de casa por ter Hospital em casa.Vive preso.Gostaria de receber uma orientação .Como posso conseguir autorização para que ele saia de vez em guando.Por favor me ajudem a ajudá-lo a viver.Atenciosamente. Angela Correia. angela.aroxa@hotmail.com

    ResponderEliminar
  15. Olá Eduardo,quero te dar os parabéns pela atitude tomada,pois muitos falam mas não agem.
    Imagino que em poucos meses terei alguns materiais para serem doados,mas desde já me coloco a disposição sua e de outros companheiros no que estiver em meu alcance.
    JUNIOR (tjalmir@hotmail.com)

    ResponderEliminar
  16. Junior, é maravilhoso receber noticias como a tua. Muito obrigado.
    Tenho vários casos de pessoas, que por avaria de sua cadeira de rodas, ficam de cama, meses, até lojas lhas consertarem. Tendo para emprestar, durante esse periodo, continuam a fazer sua vida normal.
    Quando tiveres material, avisa-me por favor.
    Fica bem e contamos contigo na Marcha: http://marchapelaigualdade.com/

    Fica bem

    ResponderEliminar
  17. EDUARDO JORGE, OLA COMO VAI
    TENHO UMA ALMOFADA DE GEL, 45CMX45CM NOVINHA, PARA DOAÇÃO, VEJA ALGUÉM PARA QUEM EU ESTEJA A DOAR OK : VI_TURINOMACEDO@HOTMAIL.COM ,,,,,
    SGT VITURINO/BRASIL

    ResponderEliminar
  18. Obrigado Sgt Viturino.
    Se alguém precisar eu o contactarei.
    Bonito seu gesto.
    Fique bem

    ResponderEliminar
  19. Eduardo, como posso conseguir uma cadeira de rodas e outra para banho adequada para tetraplégicos? Minha irmã é aposentada, paga aluguel e não temos condições. É possível conseguir através dos órgãos públicos? Ela tem direito? Muito obrigada. Meu tel é (31)25575223- adrianaboroni@yahoo.com.br. Ela mora no Paraná/Rolândia (perto de Londrina)

    ResponderEliminar
  20. Adriana, vou passar suas perguntas para meus amigos brasileiros. Se vivesse em Portugal poderia ajudar.
    Boa sorte

    ResponderEliminar

Enviar um comentário