Os segredos da ingestão adequada de água para uma melhor saúde


Todos nós sabemos o quanto a água é importante para o organismo. Mas quais as suas reais funções? Existirá alguma outra bebida que substitua a água? Porque é que a água é realmente importante para a sua saúde? A resposta a estas questões é dada de seguida pela Dra. Elsa Feliciano, nutricionista.

Porque é que a água é assim tão importante para a saúde?

A água é o nutriente presente em maior quantidade no corpo humano. Num adulto, pelo menos 60% do seu organismo é composto de água. Esta representa 85% do volume sanguíneo, 75% do cérebro, 70% dos músculos e até 22 % dos ossos.

A água assume uma extrema importância no corpo humano, pois todos os processos metabólicos são desenvolvidos em soluções aquosas.

A água é tão importante que uma desidratação grave se não for socorrida atempadamente poderá conduzir à morte.

O que é que a água faz no nosso organismo?

A água desempenha importantíssimas funções vitais no organismo:

É o solvente, que ajuda a dissolver e a eliminar todas as toxinas resultantes dos inúmeros processos metabólicos.
Funciona como transportador que leva os nutrientes a todas as células do organismo, processo essencial à sua nutrição e reposição.

Tem também uma função refrescante, fundamental no processo de regulação da temperatura corporal.
Desempenha ainda um importante papel como lubrificante, evitando o atrito entre os diferentes órgãos e estruturas do corpo.

Há alguma bebida que substitua a água?

A ingestão de água é insubstituível mas existem algumas bebidas que poderão ser utilizadas para esse fim, sobretudo para pessoas que tenham dificuldade em beber água lisa. É o caso das bebidas compostas por água e que não tenham açúcar na sua composição.

A água da torneira e a água engarrafada são igualmente boas?

Sim, desde que haja garantia da sua segurança química e microbiológica.

As águas diferem bastante na sua composição de acordo com a região do país, havendo águas mais leves, com menor teor de mineralização total e aguas mais pesadas, cujo teor mineral é mais elevado. Este aspecto influencia bastante o sabor de uma água. No caso da água da torneira, também são utilizados desinfectantes para garantir a segurança microbiológica, o que confere um sabor intenso á agua, que muitas pessoas não apreciam. No entanto, do ponto de vista da hidratação, ambas são igualmente boas.

Quem sofre de problemas cardiovasculares deve ter mais atenção com a quantidade de água que ingere? Porquê? Quais os benefícios da água para o sistema cardiovascular?

Como já referi, a água e essencial ao correcto funcionamento do organismo. Quando a ingestão de água é inferior às necessidades, ocorre uma maior concentração de sais minerais no sangue e este também poderá ficar menos fluído, aspectos que são fundamentais para o aparelho cardiovascular.

Por outro lado, também uma ingestão exagerada de água não é recomendável, sobretudo quando existem patologias com retenção de líquidos, em que manifestamente o organismo tem maior dificuldade em manter a sua homeostase.

Existem águas mais indicadas ou contra-indicadas para o sistema cardiovascular?

É fundamental estar atento à composição química de uma água e evitar aquelas que contêm maiores quantidades de sódio.

As necessidades diárias de água são variáveis consoante a idade?

Sim. Variam ao longo do ciclo de vida e que podem ser influenciadas por vários factores, nomeadamente as temperaturas elevadas, o exercício físico, e algumas doenças com febres elevada ou diarreia. Em relação a estas últimas, os bebés e as crianças pequenas são particularmente sensíveis.

Fonte: Deficiente Fórum

Comentários