Parlamento Europeu aprova Estratégia para reduzir desigualdades no sector da saúde

A União Europeia dispõe a partir de hoje de uma Estratégia inovadora para reduzir as desigualdades persistentes no sector da saúde. O Parlamento Europeu aprovou, por larga maioria, o Relatório da Deputada Edite Estrela que apresenta um conjunto de medidas com vista a garantir um acesso equitativo dos cidadãos europeus aos cuidados e serviços de saúde, em particular por parte dos grupos da população mais desfavorecidos.

A deputada congratula-se com o resultado da votação em plenário apesar de várias iniciativas de deputados de grupos políticos conservadores para reduzir os direitos dos imigrantes sem documentos bem como os direitos à saúde sexual e reprodutiva das mulheres.

O documento faz uma análise da situação actual na UE e constata que existem "grandes desigualdades entre países e regiões" no domínio da saúde. A eurodeputada socialista alerta para a situação particularmente frágil das pessoas em situação de pobreza, dos grupos desfavorecidos de migrantes e minorias étnicas, das pessoas com deficiência, idosos e crianças pobres, a quem deve ser dada especial atenção.

Fonte: Dnoticias.pt

Comentários